YoDa anuncia projeto beneficente YoGamers do Bem

O "fon" ajudará crianças de escolas públicas pelo país
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

Felipe "YoDa" Noronha, conhecido ícone do cenário de League of Legends brasileiro, anunciou o projeto YoGamers do Bem (YGB), iniciativa beneficente que levará a influência dos games a escolas públicas pelo país.

Leia mais:


Promovida pela empresa do próprio streamer, SehLoiro, a ideia tem como propostas levar a instituições de ensino ações nas disciplinas que envolvem o mundo gamer: esporte eletrônico, entretenimento, diversidade, comportamento e empreendedorismo.

O projeto buscará trabalhar com ONGs interessadas em firmar parcerias com escolas públicas e comunidades locais para criação de centros esportivos eletrônicos.

A primeira parada do YoGamers do Bem será será em 25 de abril no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, com a inauguração do primeiro centro esportivo eletrônico do YGB.

"Assim como o game transformou minha vida, quero fazer o mesmo pela vida das pessoas. Mais do que tudo, o game traz consigo aspectos que ajudam no desenvolvimento das pessoas, como estratégia, concentração e resiliência para chegar às próximas fases. A inclusão que o game proporciona, permite a socialização entre toda comunidade de diversas partes do mundo", diz YoDa, CEO da SehLoiro.

Segundo anunciado, o YGB, com apoio de parceiros, doações de fãs e patrocínios, atenderá no total 80 alunos matriculados em escolas públicas do setor norte, sendo: 40 crianças de Pedro Leopoldo, 20 crianças de Confins e 20 crianças de Lagoa Santa.

Estes alunos participarão do projeto fora do horário escolar, ou seja, quem estuda pela manhã, participa durante a tarde; quem estuda a tarde, participa pela manhã, sendo essas, atividades extracurriculares.

"O YGB é com toda certeza o projeto de alma da SehLoiro, que materializa o sonho do YoDa em oferecer acesso à comunidade. O objetivo principal do projeto é a inclusão social de crianças e jovens, o envolvimento da comunidade e a descoberta de diversas áreas que envolvem o mercado gamer", afirma Adriana Noronha, sócia da SehLoiro.



Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.