Valorant

Valorant: Mapa Ascent levou quase cinco anos para ser desenvolvido

Ascent é o mapa mais recente de Valorant
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho

Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

Ascent, o mais recente mapa de Valorant, FPS da Riot Games, levou quase cinco anos para ser desenvolvido. Segundo Salvatore "Volcano" Garozzo e Chris "Danger Boy" Carney, chefe de design de níveis e designer de jogo sênior, respectivamente, Ascent foi desenvolvido durante o próprio nascimento do game, portanto, sofreu inúmeras modificações ao longo do tempo.

Leia mais:

No blog do jogo, Volcano e Danger Boy contaram que o processo de desenvolvimento de um mapa pode durar até um ano, mas no caso de Ascent, tudo aconteceu de uma maneira diferente. "Ascent também foi a plataforma onde desenvolvemos e aprimoramos grande parte da mecânica de jogo principal", explicaram os designers.

Segundo a publicação, o processo de criação de mapas começa em um estágio chamado de Incubação, quando "os designers montam uma proposta que estabelece o objetivo de design do projeto, os limites de execução da ideia e a experiência visual única que os jogadores vão encarar. Geralmente, essas propostas incluem plantas inteiras do mapa e, muitas vezes, também contam com modelos simples em 3D que podem ser renderizados no nosso motor gráfico".

Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

O objetivo do mapa era oferecer uma experiência tática tradicional de três rotas que permitisse que os jogadores alterassem as conexões de alguns lugares por meio de portas mecânicas. Após essa fase inicial, começa a Caixa Cinza, quando um modelo do ambiente é criado em motor gráfico e todos os elementos principais de mecânica do jogo são configurados. "A chave para o sucesso dessa parte do processo é falhar logo", porque dessa maneira o mapa pode ser testado inúmeras vezes e cada teste pode ser uma nova descoberta.

Ascent ficou na fase da Caixa Cinza durante quase três anos, porque foi feito enquanto o próprio Valorant também era aprimorado e por isso, foi testado diversas vezes. Em seguida, começou a Consolidação, processo cujo objetivo é responder possíveis perguntas sobre o mapa. "Ao completarmos essa fase, queremos que todas as mecânicas estejam com ótima execução e almejamos entender completamente o visual de cada estrutura e objeto do cenário. Após essa fase, o ideal é apenas trabalhar na arte do projeto".

1/7
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

Logo após a Consolidação chega a fase da Produção de Arte, quando os conceitos finalizados da fase anterior são usados para criar uma "experiência de ambiente memorável para os jogadores e bem desenvolvida para a jogabilidade do mapa".

Segundo a Riot, há algumas regras que precisam ser cumpridas nesta etapa. A desenvolvedora sempre tenta construir um mapa que seja uma zona mecânica de jogo limpa. Por conta disso, os detalhes artísticos do mapa sempre ficam abaixo dos 30 centímetros ou acima de 2,75 metros. "Dessa maneira, a área que fica entre essas medidas (conhecida como "Zona Limpa") se torna um espaço simples com alta visibilidade".

Além disso, diversos detalhes são adicionados aos ambientes, para servirem de auxílio na orientação dos jogadores, como as áreas do Pátio, do Jardim e do Mercado.

Reyna é a agente mais recente adicionada ao Valorant. Se você precisa de dicas para melhorar suas habilidades usando essa personagem, assista ao vídeo acima.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
Valorant
Mais notícias
TIM Live renova patrocínio com paiN Gaming
Mercado

TIM Live renova patrocínio com paiN Gaming

A parceria engloba as line-ups de LoL, CS:GO e Valorant
Matheus de Lucca
Roberto Iervolino deixa comando da Riot Games Brasil
Mercado

Roberto Iervolino deixa comando da Riot Games Brasil

Após sete anos no cargo, Iervolino deixa a posição de country manager
Beatriz Coutinho
Valorant: Torneio Rivals Contenders conta com Tecnosh, cogu, pava e mais
Valorant

Valorant: Torneio Rivals Contenders conta com Tecnosh, cogu, pava e mais

O campeonato acontece até setembro com R$ 2 mil em premiação
Matheus Oliveira