Esports

Team Vitality e Adidas lançam tênis inspirado nas cores do time

Você usaria?
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
é reporter no Versus.
Foto: Michal Konkol/Riot Games/Reprodução
Foto: Michal Konkol/Riot Games/Reprodução

A organização de esports Team Vitality e a marca Adidas desenvolveram um tênis inspirado nas cores do time francês: amarelo, branco e preto.

Leia mais:

Chamado de AM4 VIT.01, o modelo está disponível para compra no site da Team Vitality por €159.99, cerca de R$ 731,22. Confira abaixo fotos do modelo:

1/3
Foto: Vitality/Adidas/Reprodução
Foto: Vitality/Adidas/Reprodução
Foto: Vitality/Adidas/Reprodução
Foto: Vitality/Adidas/Reprodução
Foto: Vitality/Adidas/Reprodução
Foto: Vitality/Adidas/Reprodução

Apesar do design para a organização ser único, o modelo do calçado, AM4, é famoso entre as coleções de tênis da Adidas.

A Adidas não é a única marca de vestuário esportivo que possui parcerias com times de esports. A Puma possui uma parceria com a Cloud9, enquanto a Nike é parceira da equipe brasileira FURIA e produz os uniformes de times da LPL, liga chinesa de League of Legends.

Curtiu o modelo de tênis da Vitality? Você gostaria de ter pares de tênis de quais equipes de esportes eletrônicos? Conte para nós nos comentários.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
EsportsMercadoVitality
Mais notícias
DreamHack Rio 2020 não está nos planos da organizadora, revela calendário oficial
Esports

DreamHack Rio 2020 não está nos planos da organizadora, revela calendário oficial

O Brasil não está incluso na rota para o ano que vem
Matheus de Lucca
Pesquisa revela diferença entre visão de pro players e de jogadores amadores
Esports

Pesquisa revela diferença entre visão de pro players e de jogadores amadores

Profissionais são muito mais focados no alvo
Lucas Hagui
Sem apresentar fonte, campanha do Governo sugere que games online reduzem atividade cerebral
Esports

Sem apresentar fonte, campanha do Governo sugere que games online reduzem atividade cerebral

Vídeo faz parte de projeto do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos
Beatriz Coutinho