Street Fighter

Street Fighter: Momochi perde mais de 85% da premiação por não ter licença de pro player

O japonês recebeu apenas cerca de US$ 560 dos mais de US$ 46 mil do torneio da Tokyo Game Show
@_matheusf23
Matheus Oliveira
escreve para o Versus.
Foto: EVO Japan/Reprodução
Foto: EVO Japan/Reprodução

Yusuke Momochi, um dos maiores jogadores de Street Fighter da história, saiu como vitorioso do torneio da Capcom Pro Tour (CPT) sediado na Tokyo Game Show, mas anunciou durante uma transmissão que receberá menos de 15% da premiação divulgada pela organização, pelo fato de não ser um dos poucos agraciados com uma licença de pro player.

Leia mais:


O torneio em questão, que se estendeu entre 14 e 15 de setembro, foi um dos mais disputados do circuito oficial de Street Fighter do ano, e prometeu premiação total de US$ 46,3 mil. Porém, devido às leis sobre dinheiro em competições de jogos no Japão, Momochi foi alertado que receberá apenas US$ 558, menos de 20% do total.

Devido a diversas normas antigas do país, disputas com prêmios em dinheiro são tratados como "apostas", o que limita o valor recebido em diversas competições. Isso mudou com a chegada da Japanese Esports Union (JeSU), em 2018, mas apenas para alguns.

A organização elegeu em sua criação certos jogadores que receberam as chamadas licenças de pro player. Com elas em mãos, os competidores excedem a regra, e passam a poder receber as grandes premiações de eventos de esports.

Momochi não apoia a iniciativa e não possui uma licença, o que impactou diretamente no montante recebido pelo jogador com a vitória na Tokyo Game Show.

A premiação possível para o jogador pelo primeiro lugar foi então limitada em US$ 925, mas como o japonês recebeu um monitor dos patrocinadores do evento, o valor foi ainda menor.

Momochi reforçou em sua transmissão a opinião que divulgou em um texto publicado em 2018, dizendo "não ser completamente contra a iniciativa, mas ainda com ressalvas".

Confira acima algumas das maiores viradas que aconteceram na história das competições de jogos de luta.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
Street Fighter: Brasil é um dos selecionados para o Intel World Open 2020
Street Fighter

Street Fighter: Brasil é um dos selecionados para o Intel World Open 2020

As qualificatórias para o torneio começam em março
Beatriz Coutinho
Street Fighter 5 terá novo modo de torneios online em breve
Street Fighter

Street Fighter 5 terá novo modo de torneios online em breve

Várias novidades de Halloween também estão por vir
Matheus Oliveira
Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 terão torneios de Street Fighter e Rocket League
Esports

Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 terão torneios de Street Fighter e Rocket League

Modalidades de esports são organizadas em parceria da Intel com a ESL
Lucas Hagui