Street Fighter

Street Fighter: Infiltration é proibido de competir em torneio por acusação de violência doméstica

O campeonato será sediado na Tokyo Game Show
@_matheusf23
Matheus Oliveira
escreve para o Versus.
Foto: Combo Breaker/Reprodução
Foto: Combo Breaker/Reprodução

Um dos maiores pro players de jogos de luta do mundo, o sul-coreano Lee "Infiltration" Seon-woo, foi proibido de participar do próximo grande torneio da Capcom Pro Tour por acusação de violência doméstica contra sua ex-esposa.

Leia mais:

O torneio, além de marcar o retorno de campeonatos importantes ao Japão, acontece durante a Tokyo Game Show e tem a patente de Premier, ou seja, é o que garante mais pontos do ranking do circuito competitivo para os participantes.

As denúncias da ex-esposa do pro player, Kim Hyang Lee, começaram em 2017, porém mais processos contra Infiltration começaram pouco tempo antes do campeonato.

A organização norte-americana por trás do competidor, a Panda Global, posicionou-se em relação ao caso, anunciando que a participação do jogador no campeonato que acontece no Japão foi proibida enquanto as investigações não forem concluídas:

"Infiltration não vai competir na Tokyo Game Show enquanto as investigações estiverem acontecendo", diz o tweet.

A Capcom ainda não divulgou qualquer posicionamento sobre o caso.

O Japan Premier será sediado na Tokyo Game Show e acontece entre os dias 22 e 23 de setembro. Os jogos serão transmitidos nos canais Capcom Fighters no YouTube e Twitch.



Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Mais notícias
Street Fighter: Brasil é um dos selecionados para o Intel World Open 2020
Street Fighter

Street Fighter: Brasil é um dos selecionados para o Intel World Open 2020

As qualificatórias para o torneio começam em março
Beatriz Coutinho
Street Fighter 5 terá novo modo de torneios online em breve
Street Fighter

Street Fighter 5 terá novo modo de torneios online em breve

Várias novidades de Halloween também estão por vir
Matheus Oliveira
Street Fighter: Momochi perde mais de 85% da premiação por não ter licença de pro player
Street Fighter

Street Fighter: Momochi perde mais de 85% da premiação por não ter licença de pro player

O japonês recebeu apenas cerca de US$ 560 dos mais de US$ 46 mil do torneio da Tokyo Game Show
Beatriz Coutinho