CS:GO

Sistema de matchmaking do CS:GO está a caminho de Dota 2 e outros games da Valve

O sistema se tornará um novo recurso da plataforma Steam
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira
Foto: Dot Esports/Reprodução
Foto: Dot Esports/Reprodução

Os fãs de jogos competitivos da Valve devem receber novidades em breve. A empresa anunciou que o sistema de matchmaking de CS:GO chegará a Dota 2 assim como para diversos outros da Steam.

Leia mais:

O sistema, conhecido como Trusted Matchmaking, utiliza diversos fatores dos perfis dos usuários para balancear as partidas online da melhor maneira possível.

Com o recurso integrando totalmente a plataforma Steam, os jogadores receberão "níveis de confiança", que engloba diversos dados das contas dos usuários, e este será usado durante a formação de times em partidas competitivas.

O anúncio foi feito na publicação sobre os resultados de 2018 da plataforma. o Steam 2018 Year in Review (Steam 2018 Ano em Análise, em inglês):

Foto: Valve/Reprodução
Foto: Valve/Reprodução

"Steam Trust: A tecnologia por trás do Trusted Matchmaking do CS:GO receberá um upgrade e se tornará um recurso integrado a Steam, ficando disponível para todos os games. Isso significa que mais informações estarão disponíveis para determinar quem deve ser colocado com quem nas partidas", diz o anúncio.

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
CS:GODota
Mais notícias
CS:GO: FURIA garante vaga nos playoffs da DreamHack Open Summer NA 2020
CS:GO

CS:GO: FURIA garante vaga nos playoffs da DreamHack Open Summer NA 2020

Brasileiros da Team oNe ainda têm chances de chegar às semifinais também
Beatriz Coutinho
CS:GO: 3ª temporada do CLUTCH terá premiação de R$ 600 mil e novo formato
CS:GO

CS:GO: 3ª temporada do CLUTCH terá premiação de R$ 600 mil e novo formato

Torneio começa em 17 de agosto
Beatriz Coutinho
CS:GO: Menino de 8 anos cria "Jogo do Gau" com Gaules como protagonista
CS:GO

CS:GO: Menino de 8 anos cria "Jogo do Gau" com Gaules como protagonista

Saiba como apoiar o projeto
Matheus Oliveira