Review

Review: Predator Cestus 500, durabilidade e desempenho para destros e canhotos

Personalização para todos os jogadores
@lucas.hagui
Escrito por
Lucas Hagui

Foto: Acer Predator/Reprodução
Foto: Acer Predator/Reprodução

Notebooks, componentes e periféricos voltados para games competitivos são muito procurados por jogadores que buscam ter melhor desempenho nas partidas. Neste review*, o Versus analisa o Predator Cestus 500, um mouse de alta durabilidade e desempenho, com design para destros e canhotos. Para fazer um review coerente, utilizaremos três parâmetros: especificações, características e desempenho.

Leia mais

Especificações

O Predator Cestus 500 tem um visual simples e bonito. O destaque é o layout ambidestro, que oferece conforto para qualquer pessoa - principalmente com os suportes extras para melhor conforto.

Veja as configurações detalhadas a seguir:

Especificações físicas

  • Altura: 40,3 mm
  • Largura: 96,4 mm
  • Profundidade: 124,4 mm
  • Peso: 189 g
  • Comprimento do cabo: 1,80 m
  • Garantia de 1 ano

Rastreamento

  • Sensor Ótico
  • Resolução: até 7.200 dpi
  • 8 botões programáveis
  • Iluminação com 16,8 milhões de cores disponíveis

Interface

  • Interface de host do dispositivo: USB Gold Plated
  • Taxa de transmissão de USB: 1000 Hz (1 ms)
Foto: Acer Predator/Reprodução
Foto: Acer Predator/Reprodução

Características

O Predator Cestus 500 tem duas características que chamam atenção ao primeiro olhar: design ambidestro funcional e ajustes da pressão dos botões principais.

O design ambidestro oferece dois botões laterais configuráveis para cada lado, além de dois suportes para o polegar - sendo um para destro e outro para canhoto.

Alternar entre as peças do suporte é algo fácil, pois são magneticamente fixadas. Uma sugestão é utilizar os dois suportes para transformar o mouse na pegada palm.

Já o ajuste na pressão dos botões vem da tecnologia Omron, que permite alternar entre duas forças diferentes de cliques e um total de 70 milhões de cliques de durabilidade (50 m + 20 m). O 50 m é um pouco mais pesado e o de 20 m é leve e com maior resposta.

Falando sobre tipos de pegadas de mouse, o Predator Cestus 500 oferece conforto para os três tipos - claw, palm e fingertip.

O USB gold plated oferece diversos benefícios, como o fato de não enferrujar e o ouro ser um melhor condutor que o metal comum, garantindo que a transmissão de enegia e dados serão sempre estáveis.

Por fim, todos os botões são responsivos, já que eles dão um retorno de que houve a ativação por meio da pressão e o som de clique.

Foto: Acer Predator/Reprodução
Foto: Acer Predator/Reprodução

Desempenho

O Predator Cestus 500 é um mouse com um peso balanceado e bom deslize, principalmente com o acessório de apoio para o polegar, que possui borrachas para ajudar neste ponto.

Os botões Omron são características interessantes que realmente fazem a diferença na hora de jogar, pois a pressão exercida é perceptível ao longo do tempo. A versão de 20 m é bem mais leve e ótimo para jogos de tiro, enquanto a de 50 m é perfeita para MOBA.

Durante os testes em Fortnite, o mouse apresentou características importantes de desempenho: botões laterais confortáveis, as mãos encaixam bem para o uso em claw, palm e fingertip em um leitor responsivo.

A palavra responsividade é o que mais define esse mouse, pois todos os botões dão esse retorno para dar a total certeza das ações, desde o scroll, aos botões laterais e principais.

Os testes realizados em League of Legends foram perfeitos para isso: o retorno após cada clique foi perceptível e os botões laterais e a leveza do mouse ajudam a movimentá-lo sem cansar, principalmente pela frequência de movimentos repetitivos em MOBA.

Para personalizar o mouse, o programa Predator Quartermaster pode ser usado para configurar cores, sensibilidade, os seis perfis de dpi, frequência de envio de dados e até correção angular, desativada por padrão, mas que pode ajudar a fazer o famoso spray nos inimigos ao corrigir movimentos horizontais. Só não utilize essa opção em MOBA ou RTS, pois pode afetar negativamente a precisão do controle de tropas.

Outro ponto de grande destaque são as laterais com texturas, que ajudam a manter o mouse em mãos e evita a sensação de escorregar após muitas horas de jogo.

Foto: Acer Predator/Reprodução
Foto: Acer Predator/Reprodução

Considerações finais

Com um desempenho equilibrado entre qualidade e personalização, o Predator Cestus 500 é uma boa opção para qualquer jogador, principalmente por ser ambidestro. Além disso, o design funciona para pegada claw, palm e fingertip - só é preciso utilizar os acessórios que estão inclusos no conjunto.

A interface do Predator Quartermaster oferce uma série de opções para personalizar o mouse, desde ajustes na luz, dpi e correção angular, que pode ser uma ótima escolha para jogos de tiro.

Além de um design bonito e moderno, todos os botões são bem resistentes e a pressão não é exagerada, pois dá um retorno da ação e não é cansativo com o uso contínuo.

Como conclusão, o Predator Cestus 500 é um mouse de alto desempenho e durabilidade, com diversas opções de customização para todos os públicos e que, utilizando o Quartermaster, pode oferecer desempenho para fãs de todos os gêneros de jogos.

Se você ficou interessado, o Predator Cestus 500 utilizado nesta análise está disponível na loja oficial da marca.

*Este review é um oferecimento Predator. Acesse a Acer Store para mais produtos.

Tags Relacionadas
ReviewVersus
Mais notícias
HyperX Cloud Stinger Core 7.1, um headset de entrada com qualidade
Review

HyperX Cloud Stinger Core 7.1, um headset de entrada com qualidade

Som surround virtual 7.1 pode ser ativado por meio de software da marca
Beatriz Coutinho
Review: Sennheiser GSP 670, qualidade e detalhes sofisticados para maior conforto
Review

Review: Sennheiser GSP 670, qualidade e detalhes sofisticados para maior conforto

Canais múltiplos e a clareza do microfone também são destaques do headset
Lucas Hagui
Review: Predator Triton 900, potência para rodar qualquer game e um design único
Review

Review: Predator Triton 900, potência para rodar qualquer game e um design único

GeForce RTX 2080 e Intel Core i9 é o combo dos sonhos para todo gamer
Lucas Hagui