Review

Review: Logitech MX518, muita potência em um mouse de visual clássico

Ex-frequentadores de lan house acharão o design deste periférico bem familiar
@iugahtk
Lucas Hagui
escreve para o Versus.
Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem
Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem

Notebooks, componentes e periféricos voltados para games competitivos são muito procurados por jogadores que buscam ter melhor desempenho nas partidas. Nesta matéria, o Versus analisa o Logitech MX518, um mouse com visual clássico e desempenho ideal para jogos. Para fazer um review coerente, utilizaremos três parâmetros: especificações, características e desempenho.

Leia mais:

1/2
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução

Especificações

O Logitech MX518 tem um visual clássico com foco na ergonomia para pessoas destras, já que os encaixes para o dedão e descanso de mão são feitos para a mão direita.

Veja as configurações detalhadas a seguir:

Especificações físicas

  • Altura: 131 mm
  • Largura: 73 mm
  • Profundidade: 43 mm
  • Peso: 101 g (somente mouse)
  • Comprimento do cabo: 2,10 m
  • Garantia de hardware limitada de 2 anos


Rastreamento

  • Sensor: HERO™ 16K
  • Resolução: 100 - 16.000 dpi (padrão em 400, 800, 1.600, 3.200 e 6.400 dpi)
  • Suavização/aceleração/filtragem nulas
  • Aceleração velocidade: > 400 IPS


Sensibilidade

  • Formato de dados USB: 16 bits/eixo
  • Taxa de transmissão de USB: 1000 Hz (1 ms)
  • Microprocessador: 32 bits ARM
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução

Características

Um dos principais destaques do Logitech MX518 é a ergonomia, algo muito importante para quem utiliza o computador para jogar por diversas horas. Mesmo com o design clássico, que lembra edições anteriores de meados de 2000, ele encaixa muito bem na mão e possui cliques suaves, com bom retorno.

O mouse tem tamanho médio, ideal para quem costuma segurar de maneira palm, com a mão apoiada no corpo do mouse, ou de maneira claw, com os dedos apoiados e parte da base da mão no aparelho.

O peso do MX518 é propício para todos os tipos de jogadores, tanto os que utilizam de movimentos do braço e precisam de espaços maiores ou os que têm menos espaço e trabalham movimentando mais o antebraço - menos indicado por gerar mais estresse muscular.

Ao todo são oito botões, os três padrões (clique direito, esquerdo e scroll), três botões centrais para controle de DPI e dois botões customizáveis na lateral esquerda. Todos são acessíveis e não atrapalham no uso cotidiano, já que estão posicionados em áreas bem reservadas.

Na parte inferior, as borrachas são largas e resistentes para evitar travamentos no mousepad ou mesmo desgaste. Um dos destaques são as borrachas ao redor do sensor, que evita mal contato ou ruídos na sua jogatina.

O único ponto de ressalva é o fio, que é padrão e sem nenhum revestimento extra. Por conta disso, é recomendado utilizar um bungee, evitando o contato do fio com laterais da mesa para não descascar e gerar mau contato com o tempo.

Por fim, é interessante ressaltar a ausência de luzes extravagantes no mouse, o que pode agradar uma parcela de jogadores adeptos a periféricos sem iluminação.

A lateral é ergonômica, com um bom encaixe para a mão | Foto: Logitech G/Reprodução
A lateral é ergonômica, com um bom encaixe para a mão | Foto: Logitech G/Reprodução

Desempenho

O Logitech MX518 tem um desempenho muito bom e ótima responsividade por conta do sensor HERO™ 16K. Mesmo com DPI alto, o periférico não falhou e teve boa resposta.

Um ponto interessante são os perfis salvos, que podem ser alternados com os botões centrais com poucos cliques. Cada perfil pode ser configurado individualmente por meio do Logitech G HUB e os parâmetros ficam salvos na memória interna do mouse.

É legal entender e configurar os perfis corretamente, porque a transição é fácil de realizar e pode ajudar na hora de jogar. Um exemplo é em Counter-Strike: Global Offensive, pois você pode configurar como perfil padrão os utilizados em rifles e deixar um adicional para uma AWP, aumentando o dinamismo ao longo da partida.

Outra característica que vale ressaltar são os cliques principais, com boa responsividade e leveza, o que pode facilitar na hora de cliques rápidos e precisos - como os famosos flicks de AWP no CS:GO ou de Widowmaker em Overwatch.

Considerações finais

O mouse Logitech MX518 é um produto com um visual bem simples, que não chama atenção na primeira vista. No entanto, ele tem um desempenho potente entre periféricos gamers, com botões e perfis personalizáveis, um sensor de ponto e ótimas borrachas que auxiliam no deslize do mouse.

Mesmo sem todas as luzes, comuns em periféricos gamer, o aparelho compensa com a memória interna para salvamento de perfis de configurações e com a ergonomia do design, cujo valor agregado é importante para qualquer jogador - principalmente os que tiveram experiências com tendinite.

O visual mais clássico traz lembranças para os mais velhos, da época de lan houses, o que pode ser um ponto extra aos saudosistas. No entanto, como já mencionado acima, o desempenho é muito superior aos dos mouses daquela época.

Como conclusão, o Logitech MX518 é um mouse com desempenho ideal e opções de configurações como alcance de até 16 mil DPI que, somados à ergonomia e sensores potentes, tornam o periférico uma ótima opção visando bom custo-benefício.

Se você ficou interessado, o Logitech MX518 utilizado nesta análise está disponível na loja oficial da marca.



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.

Tags Relacionadas
ReviewVersus
Mais notícias
Review: Avell G1750 MUV, mais processamento para acelerar seus jogos
Review

Review: Avell G1750 MUV, mais processamento para acelerar seus jogos

O seu CS:GO fluindo liso com o Intel Core i7 de 2.6 GHz até 4.5 GHz
Lucas Hagui
Review: HyperX Quadcast, um microfone bom e fácil de usar para streams
Review

Review: HyperX Quadcast, um microfone bom e fácil de usar para streams

Praticidade para quem não entende muito sobre áudio
Lucas Hagui
Review: Logitech G935, um headset wireless com isolamento eficiente e som limpo
Review

Review: Logitech G935, um headset wireless com isolamento eficiente e som limpo

Os detalhes e acabamentos refinados dão um toque especial aos fones
Lucas Hagui