Review

Review: Logitech G935, um headset wireless com isolamento eficiente e som limpo

Os detalhes e acabamentos refinados dão um toque especial aos fones
@iugahtk
Lucas Hagui
escreve para o Versus.
Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem
Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem

Notebooks, componentes e periféricos voltados para games competitivos são muito procurados por jogadores que buscam ter melhor desempenho nas partidas. Nesta matéria, o Versus analisou o Logitech G935, um headset wireless que apresenta conforto e qualidade de som surround. Para fazer um review coerente, utilizamos três parâmetros: especificações, características e desempenho.

Leia mais:

1/2
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução

Especificações

O Logitech G935 tem uma boa estrutura física, com acabamento refinado e boa qualidade de material. O fone é no estilo over-ear, que cobre toda a orelha e facilita na hora de isolar o som. Além disso, o headset é conectado via wireless e não conta com atrasos no som - diferente de conexões bluetooth.

Veja as configurações detalhadas a seguir:

Fones de ouvido

  • Driver: Pro-G de 50 mm
  • Som 7.1 surround com tecnologia DTS Headphone:X 2.0 imersiva
  • Resposta de frequência: 20 Hz - 20 kHz
  • Impedância: 39 ohms (passiva) e 5.000 ohms (ativa)
  • Sensibilidade: 93 dB SPL/mW


Microfone

  • Padrão de captação do microfone: cardioide (unidirecional)
  • Tamanho: 6 mm com tecnologia flip-to-mute
  • Resposta de frequência: 100 Hz-10 kHz


Geral

  • Conexão wireless de 2,4 GHz
  • LIGHTSYNC RGB de espectro total
  • Botões G programáveis
  • Espumas revestidas em courino
  • Peso: 379 gramas
  • Tamanho dos cabos: Carregador com 2 metros e conector 1,5 metros
  • Alcance wireless: 15 a 20 metros com conexão USB
  • Vida útil da bateria: 12 horas sem luz e 8 horas com iluminação fixa (com volume 50)
  • Garantia de hardware de 2 anos
Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução

Características

O Logitech G935 possui um recurso importante para jogadores: a DTS Headphone X 2.0, uma tecnologia surround que indica a localização exata da origem do som. Com isso você pode ter um retorno melhor durante Battle Royales e FPS, identificando com mais precisão a localização dos alvos, mesmo nos menores ruídos.

Outro ponto positivo é a compatibilidade com o programa Logitech G HUB, que permite alternar o esquema de cores do headset para combinar com outros produtos Logitech G, como teclados ou mouses.

O produto tem um bom acabamento em um material resistente e de fácil limpeza. É importante ressaltar que o Logitech G935 é resiliente, mas não pode deixar de receber os devidos cuidados, pois os fones dobram nas conchas laterais e estes são pontos que podem ser danificados facilmente com o impacto.

O headset possui dois compartimentos para guardar o pendrive wireless e a bateria, que podem ser acessados rapidamente e sem o risco de caírem, pois a trava é firme e conta com imãs de fixação. A bateria estar em um local acessível oferece uma maior vida útil ao fone, pois compensa mais comprar baterias de reposição em vez de um fone novo.

Por fim, o Logitech G935 funciona em diversos tipos de aparelhos, como smartphones, tablets, PC e consoles, o que torna o headset uma boa opção para diversos momentos de jogatina.

Foto: Logitech G/Reprodução
Foto: Logitech G/Reprodução

Desempenho

O desempenho em jogos é muito satisfatório, focado no que é essencial com a tecnologia DTS Headphone X 2.0, principalmente para identificar inimigos no mapa por conta do som surround e sonoridade limpa. Nos testes realizados em Counter-Strike: Global Offensive, foi fácil ouvir um jogador flanqueando (famoso lurker) com o volume no 30.

O microfone apresentou boa qualidade e transmitiu o som de maneira limpa e sem ruídos. A sensibilidade de captação é alta e a chance de vazar sons do ambiente pode ser um problema inicial, que pode ser resolvido nas configurações do PC ou console.

Quando se trata do isolamento, o Logitech G935 também mostrou sua eficiência, bloqueando muito do som externo mesmo sem entrada de áudio. O efeito foi ainda melhor com os sons durante as jogatinas. Então é bom tomar cuidado para não começar a gritar enquanto fala com os seus amigos, pois o microfone também é sensível.

Para o cotidiano, o headset é confortável para ser usado por longos períodos de tempo (inclusive com óculos) por não apertar nas laterais ou nas espumas da concha. Mesmo parecendo pesado em mãos, na cabeça ele possui um bom equilíbrio e estabilidade para não ficar "dançando" enquanto você realiza suas tarefas.

A entrada P2 em smartphones e consoles poupa um pouco da energia do fone, já que ela é independente da bateria e oferece uma qualidade sonora melhor que a wireless, pois tem zero delay. Quem costuma utilizar fones para muitas funções irá gostar da qualidade sonora do Logitech G935, que tem um desempenho sonoro satisfatório em graves e agudos, mesmo com foco em gaming.

Por fim, há o botão G3, que alterna o software interno para se ajustar as suas necessidades. Então se você quer um grave ou agudo para ouvir músicas ou mudar para o jogo pode usar apenas um clique.

Opção de sincronizar seus periféricos Logitech G com o mesmo esquema de cores | Foto: Logitech G/Reprodução
Opção de sincronizar seus periféricos Logitech G com o mesmo esquema de cores | Foto: Logitech G/Reprodução

Considerações finais

O Logitech G935 é um produto de ponta, desde acabamento até características que tornam o fone ideal para usar em diversas ocasiões. A tecnologia surround oferece um ótimo mapeamento sonoro para identificar a direção dos inimigos em jogos, além de um microfone com som limpo e sensível para conversar.

As espumas são confortáveis, porém são revestidas em courino, que é um material com pouca durabilidade e poderia ser trocado de fábrica por um tecido mais duradouro. Já os fones são bem confortáveis e o encaixe funciona bem até para quem tem uma cabeça maior e usa óculos.

A quantidade de detalhes também mostra o poder do fone, que tem opções para alternar o estilo de saída (aumentando graves para os fãs de música), editar as configurações de cores, botão de volume acessível e compartimentos para o USB e troca de bateria.

Como conclusão, o Logitech G935 é um periférico que oferece uma boa qualidade em diversos usos, porém com um grande destaque para as características em jogo.

Se você ficou interessado, o Logitech G935 utilizado nesta análise está disponível na loja oficial da marca.



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.

Tags Relacionadas
ReviewVersus
Mais notícias
Review: Avell G1750 MUV, mais processamento para acelerar seus jogos
Review

Review: Avell G1750 MUV, mais processamento para acelerar seus jogos

O seu CS:GO fluindo liso com o Intel Core i7 de 2.6 GHz até 4.5 GHz
Lucas Hagui
Review: HyperX Quadcast, um microfone bom e fácil de usar para streams
Review

Review: HyperX Quadcast, um microfone bom e fácil de usar para streams

Praticidade para quem não entende muito sobre áudio
Lucas Hagui
Review: Logitech MX518, muita potência em um mouse de visual clássico
Review

Review: Logitech MX518, muita potência em um mouse de visual clássico

Ex-frequentadores de lan house acharão o design deste periférico bem familiar
Lucas Hagui