Review

Review: Avell G1750 MUV, mais processamento para acelerar seus jogos

O seu CS:GO fluindo liso com o Intel Core i7 de 2.6 GHz até 4.5 GHz
@iugahtk
Lucas Hagui
escreve para o Versus.
Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem
Foto: Lucas Takashi/Versus/Montagem

Notebooks, componentes e periféricos voltados para games competitivos são muito procurados por jogadores que buscam ter melhor desempenho nas partidas. Nesta matéria, o Versus analisou o Avell G1750 MUV, um notebook que apresenta uma configuração com melhor processador para otimizar desempenho nos jogos. Para fazer um review coerente, utilizamos três parâmetros: hardware, características e desempenho.

Leia mais:


Hardware

O G1750 MUV tem componentes similares ao seu "irmão de marca", o Avell G1775, com algumas diferenças: o processador é mais potente, a placa de vídeo é de uma geração anterior - a GeForce GTX 1660TI - e o teclado é de membrana, em vez de mecânico.

Para games, essas diferenças acarretam em um impacto maior de performance, já que uma GTX 1660TI consegue suprir graficamente os principais jogos e um processador mais potente otimiza o desempenho dos títulos.

Veja as configurações detalhadas a seguir:

  • Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1660TI com 6 GB e GDDR5
  • Processador: Intel Core i7-9750H Coffee Lake com 12MB Cache (2.6 GHz até 4.5 GHz com Intel® Turbo Boost)
  • Memória: Slot duplo com 2x 8 GB de RAM DDR4 com frequência de 2.666 MHz
  • Armazenamento: SSD M.2 de 512 GB
  • Conexão wireless: Intel Dual Band Wireless-AC 9560 com Bluetooth
  • Teclado: Membrana e retroiluminado (RGB) no padrão ABNT2
  • Tela: IPS 17,3" Full HD LED-Backlit, com borda fina e taxa de frequência de 144Hz
  • Dimensões: 39,57 cm x 26,08 cm x 2,74 cm (largura x comprimento x altura)
  • Peso: 2,5 kg
  • Garantia: 3 anos em mão de obra e 1 ano em peças
1/3
Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução

Características

Este notebook tem um monitor de 144Hz, seguindo o padrão dos notebooks gamers da Avell, garantindo todo o desempenho de frames por segundo (FPS) que a placa de vídeo pode garantir - com performance muito perceptível em jogos de tiro, como Fortnite e Counter-Strike: Global Offensive.

O hardware é muito potente, com destaque para o processador Intel Core i7, que consegue manter uma alta taxa de atualização de frames, evitando drásticas quedas durante a jogatina. É importante ressaltar essa característica, que trará um desempenho muito superior nos principais jogos competitivos, como League of Legends, CS:GO e PlayerUnknown's Battlegrounds.

A carcaça do Avell G1750 MUV não é de aço escovado igual à do seu irmão Avell G1775, mas ainda é feita de um material bonito, bem resistente e que não marca os dedos ao contato - além de ser de fácil limpeza.

Os espaços para a saída de ar são laterais, traseiros e inferiores, evitando que o notebook fique muito quente - algo que acontecerá se você colocar todas as opções no máximo de um jogo pesado. Mas por ser um notebook gamer, o ideal é deixá-lo em uma superfície plana para facilitar a circulação de ar. Mesmo assim, é perceptível o ruído das ventoinhas quando o computador está em estresse, como aconteceu nos testes de benchmarking.

A opção Gaming e Office também está disponível neste notebook, o que torna o produto muito simples de alternar as configurações entre o trabalho do cotidiano e a hora de jogar, pois com apenas um clique o sistema passará a consumir menos energia.

Tudo isso está em um produto de apenas 2,5 kg, o que facilita o transporte em viagens de trabalho ou mesmo uma lan party com os amigos.

Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução

Desempenho

Para fazer o acompanhamento do desempenho foram feitos testes de benchmark com os programas AIDA64 e GPU UserBenchmark, teste de frames com o Test UFO e o HWMONITOR para acompanhar a temperatura geral durante os testes com jogos.

Os jogos usados foram: League of Legends, Dota 2, Counter-Strike: Global Offensive, Rainbow Six Siege, Overwatch, Apex Legends, Fortnite e PlayerUnknown’s Battlegrounds.

É importante lembrar que o teste foi realizado com todas as opções gráficas no máximo, incluindo o recurso de sombras, campo de visão e anti-aliasing - opções que mais afetam o desempenho geral.

League of Legends

  • Temperatura: média de 53ºC da placa de vídeo e 71ºC do processador.
  • FPS: média de 149, com mínimo em 98 e máxima de 200

CS:GO

  • Temperatura: média de 56ºC da placa de vídeo e 72ºC do processador.
  • FPS: média de 149, com mínimo em 110 e máxima de 189

Dota 2

  • Temperatura: média de 61ºC da placa de vídeo e 77ºC do processador.
  • FPS: média de 110, com mínimo em 108 e máxima de 112

Rainbow Six Siege

  • Temperatura: média de 62ºC da placa de vídeo e 80ºC do processador.
  • FPS: média de 176, com mínimo em 170 e máxima de 182
Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução

Overwatch

  • Temperatura: média de 61ºC da placa de vídeo e 78ºC do processador.
  • FPS: média de 94, com mínimo em 76 e máxima de 112

Apex Legends

  • Temperatura: média de 49ºC da placa de vídeo e 65ºC do processador.
  • FPS: média de 99, com mínimo em 66 e máxima de 132

Fortnite

  • Temperatura: média de 67ºC da placa de vídeo e 86ºC do processador.
  • FPS: média de 94, com mínimo em 64 e máxima de 125

PUBG

  • Temperatura: média de 61ºC da placa de vídeo e 80ºC do processador.
  • FPS: média de 80, com mínimo em 69 e máxima de 92


Dentre todos os jogos testados, o Avell G1750 MUV apresentou oscilações em Overwatch, Fortnite, Apex Legends e PUBG. No entanto, elas não aconteceram durante a partida e foram mais aparentes durante a transição de menus ou carregamento brusco de cenários - o que acontece normalmente em jogos com mapas grandes. Por manter os frames sempre em uma taxa regular, o gameplay não foi afetado.

Outros jogos que mostraram oscilações em FPS mantiveram os valores ainda altos, como é o caso de CS:GO com a mínima de 110 frames por segundo. Isso mostra muito da importância do processador nos jogos, responsável por realizar atualizações de frames, enquanto a placa de vídeo é mais importante em casos de qualidade gráfica - e isso fica a cargo da GTX 1660TI.

Foto: Avell/Reprodução
Foto: Avell/Reprodução

Nos testes de benchmark, os resultados comprovam o bom desempenho do notebook, que tem um ótimo processador e qualidade gráfica boa para os principais games competitivos, deixando o jogo bonito e rodando sem travamentos. Além disso, o Test UFO comprova a capacidade do monitor de realizar atualizações em até 144 FPS.

Confira os resultados a seguir:

Test UFO - serviço online que realiza teste de frames.

Teste de frames | Foto: Test UFO/Screenshot
Teste de frames | Foto: Test UFO/Screenshot

AIDA64 - programa que realiza testes de placa de vídeo, memória, cache e disco para detalhar o desempenho.

1/3
Teste de placa de vídeo | Foto: AIDA64/Screenshot
Teste de placa de vídeo | Foto: AIDA64/Screenshot
Teste de disco | Foto: AIDA64/Screenshot
Teste de disco | Foto: AIDA64/Screenshot
Teste de cache e memória | Foto: AIDA64/Screenshot
Teste de cache e memória | Foto: AIDA64/Screenshot

GPU UserBenchmark - programa que analisa o desempenho dos componentes gerais de computadores e notebooks.

1/3
Resultado 1 | Foto: GPU UserBenchmark/Screenshot
Resultado 1 | Foto: GPU UserBenchmark/Screenshot
Resultado 2 | Foto: GPU UserBenchmark/Screenshot
Resultado 2 | Foto: GPU UserBenchmark/Screenshot
Resultado 3 | Foto: GPU UserBenchmark/Screenshot
Resultado 3 | Foto: GPU UserBenchmark/Screenshot

Considerações finais

O Avell G1750 MUV é uma ótima opção para quem busca um notebook com desempenho eficiente em jogos e no cotidiano. O processador Intel Core i7 Coffee Lake com frequência de 2.6 GHz até 4.5 GHz facilita na hora de executar os games, evitando travamentos e queda de FPS.

Falando em FPS, a placa de vídeo é uma GeForce GTX 1660TI de 6 GB, que pode não ser a opção de ponta de linha como a família RTX fa NVIDIA, mas ainda é uma das melhores do mercado e é capaz de executar os jogos mais populares do momento sem nenhum problema.

A estrutura física do notebook é muito boa - o material utilizado é bonito, fácil de limpar e não esquenta muito com o uso recorrente. Em questão de ruídos, a ventoinha fez muito barulho principalmente durante os testes de estresse, mas isto é algo que acaba sendo comum em notebooks focados em jogos.

Mesmo com um teclado de membrana, utilizar o notebook para tarefas diárias é bem agradável, principalmente por ele ser leve, ter teclas macias e um monitor de ótima qualidade.

Por fim, o Avell G1750 MUV é um produto que consegue oferecer um desempenho tão bom quanto o de um desktop, principalmente por conta da estabilidade apresentada durante os jogos, mantendo o FPS sempre alto.

Se você está interessado, o Avell G1750 MUV no setup utilizado nesta análise está disponível na loja oficial da marca, pelo valor de R$ 7.999,20 à vista.


Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.

Tags Relacionadas
Review
Mais notícias
Review: HyperX Quadcast, um microfone bom e fácil de usar para streams
Review

Review: HyperX Quadcast, um microfone bom e fácil de usar para streams

Praticidade para quem não entende muito sobre áudio
Lucas Hagui
Review: Logitech MX518, muita potência em um mouse de visual clássico
Review

Review: Logitech MX518, muita potência em um mouse de visual clássico

Ex-frequentadores de lan house acharão o design deste periférico bem familiar
Lucas Hagui
Review: Logitech G935, um headset wireless com isolamento eficiente e som limpo
Review

Review: Logitech G935, um headset wireless com isolamento eficiente e som limpo

Os detalhes e acabamentos refinados dão um toque especial aos fones
Lucas Hagui