Rainbow Six Siege

R6: paiN e Liquid garantem vitória na 9ª rodada do Brasileirão

A Liquid conquistou novamente a liderança da tabela
@iugahtk
Lucas Hagui
escreve para o Versus.
Imagem: Reprodução/Rainbow Six Brasil
Imagem: Reprodução/Rainbow Six Brasil

As últimas partidas da 9ª rodada do Brasileirão de 2019 de Rainbow Six Siege terminaram com vitórias da paiN Gaming e Team Liquid.

Leia mais:


O jogo de abertura foi entre paiN e ReD DevilS, em que a paIN venceu de 2 a 0 nos mapas Fronteira e Consulado, aplicando um 7 a 3 nos dois confrontos. Guilherme "Revo1Tz" Constancio se destacou nessa série, distribuindo eliminações e terminando com 25 abates e apenas 7 mortes.

Essa partida foi muito importante para a paiN, que estava empatada com a ReD DevilS no final da tabela e conseguiu se distanciar um pouco da rival.

A série seguinte foi entre Team Liquid e Black Dragons, em que a Liquid venceu de 7 a 3 na Fronteira e 7 a 5 na Casa de Campo. Essa série foi intensa e com muitas voltas, mas a Liquid se sobressaiu nos dois mapas para conquistar a liderança da tabela novamente.

Confira a tabela geral a seguir:

Imagem: Reprodução/Rainbow Six Brasil
Imagem: Reprodução/Rainbow Six Brasil

O Brasileirão 2019 retorna em 7 de abril, às 18h, com o jogo de abertura entre INTZ e FaZe Clan. A transmissão é feita no canal oficial de Rainbow Six Siege na Twitch.



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.

Mais notícias
Guizao é anunciado como novo embaixador da MIBR
CS:GO

Guizao é anunciado como novo embaixador da MIBR

Com forte presença no CS:GO e no Rainbow Six, Guizao ficará perto das duas frente da MIBR
Beatriz Coutinho
CS:GO: V4 Future Sports será transmitido no novo canal da MIBR na Twitch
CS:GO

CS:GO: V4 Future Sports será transmitido no novo canal da MIBR na Twitch

Será a primeira transmissão do canal
Beatriz Coutinho
Rainbow Six: Falkol anuncia line-up competitiva do game
Rainbow Six Siege

Rainbow Six: Falkol anuncia line-up competitiva do game

Os Blues disputarão a Challenger League
Lucas Hagui