Rainbow Six Siege

R6: “Nunca vi uma torcida melhor que essa”, diz RizRaz sobre finais da Pro League

O pro player esteve no Rio de Janeiro para o torneio internacional
@Matheus
Matheus Oliveira
é reporter no Versus.
Foto: Ubisoft/Reprodução
Foto: Ubisoft/Reprodução

A oitava temporada da Pro League de Rainbow Six Siege terminou no último domingo (18), com vitória dos alemães da G2 Esports, com os brasileiros da FaZe Clan em segundo lugar.

A Fnatic foi uma das equipes participantes e terminou na terceira colocação. o Versus esteve presente no evento e conversou com Ethan "RizRaz" Wombwell, pro player do time europeu, que comentou sobre a vida de competidor e o impacto da torcida no torneio realizado no Rio de Janeiro.

Leia mais:

A torcida é considerada sempre um jogador a mais quando grandes eventos são sediados no Brasil. Em Rainbow Six Siege isso não foi diferente: RizRaz comentou que o público foi extremamente impactante e que o momento ficou marcado em sua memória.

"É uma loucura, nunca vi uma torcida melhor que essa", diz o pro player. "Levantar os braços e ver um mar de pessoas gritando, foi o melhor momento da minha vida."

"Nossa região sempre foi vista como a zebra, o time que não deve ganhar, mas chegar às semifinais é um sonho se tornando realidade. Fizemos história para os nossos fãs que estão em casa e para a maior plateia do mundo", completa Ethan.

Foto: Gui Caielli/Reprodução
Foto: Gui Caielli/Reprodução

A falta de um integrante chave

Etienne "Magnet" Rousseau, capitão da equipe europeia, não pôde participar e competir durante a decisão. Jayden "Dizzle" Saunders, técnico da Fnatic, preencheu o lugar do pro player e, mesmo sem o tempo de prática, a performance foi elogiada.

"Sem dúvidas, foi muito difícil jogar com nosso coach no palco, mas o Dizzle deu tudo de si", conta RizRaz. "Ele jogou o melhor Rainbow Six que eu já o vi jogar na vida."

"Queria muito que ele tivesse visto a torcida brasileira, com a ausência de Magnet não perdemos apenas uma roda, mas sim o motor inteiro."

O incentivo

RizRaz é um dos competidores mais jovens no cenário do jogo de tiro da Ubisoft. Com apenas 19 anos, o pro player já participou de muitas competições internacionais e conta que o apoio dos pais custou a vir.

"Sempre quis estar nessa posição. Nunca tive um emprego tradicional e não fui à faculdade, Rainbow Six saiu bem quando terminei meu ensino médio", explica o pro player. "Trabalhei duro e sacrifiquei muitas coisas para estar aqui. Era um sonho que agora estou vivendo."

"Meus pais sempre disseram 'você tem que ir à faculdade', mas assim que decidi seguir essa carreira, eles foram os primeiros a me falar para ir com tudo e dar o meu melhor. No começo, eles não ficaram muito felizes, mas agora eles estão acordando às 4h na Austrália para assistir aos jogos na televisão e torcer, isso é muito importante pra mim."

Perdeu algum momento da Pro League Season 8? Acompanhe todos os detalhes em nosso guia.

Bia Coutinho e Matheus Oliveira são redatores do Versus. Siga-os no Twitter em @biaacoutinhoo e @_matheusF23.

Tags Relacionadas
Rainbow Six SiegeFPS
Mais notícias
Rainbow Six ficará de graça por 4 dias antes do lançamento da Operação Shifting Tides
Rainbow Six Siege

Rainbow Six ficará de graça por 4 dias antes do lançamento da Operação Shifting Tides

Com possibilidade de testar todos os recursos do game
Matheus Oliveira
Rainbow Six terá evento em parceria com série La Casa de Papel
Rainbow Six Siege

Rainbow Six terá evento em parceria com série La Casa de Papel

Cuidado ao entrar no Banco, os planos do Professor não costumam falhar
Jairo Junior
Esports Awards 2019: SexyCake vence prêmio de melhor jogada do ano; veja resultados
Esports

Esports Awards 2019: SexyCake vence prêmio de melhor jogada do ano; veja resultados

Brasileiro joga Rainbow Six Siege pela Team Liquid
Beatriz Coutinho