Dota

Quem são os jogadores de DotA 2 que mais ganharam dinheiro com premiações?

Já pensou em virar pro player também?
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.

DotA é um dos primeiros MOBAs que surgiu no cenário de eSports, permitindo há tempos que diversas pessoas façam daquilo que amam uma profissão: jogar videogame.

Antes até poderia ser difícil seguir o sonho de ser pro player, mas hoje em dia com campeonatos milionários como o The International, o mundial de Dota 2, é comum encontrarmos alguns jogadores que já ganharam muito dinheiro em prêmios.

Quer saber quais são eles? Confira a lista dos cyberatletas de Dota que mais ganharam dinheiro com premiações:


Kuro “KuroKy” Takhasomi - U$ 3.366.465,01

KuroKy é um verdadeiro colecionador de primeiros lugares e começou sua carreira no Dota 2 bem cedo, sendo um dos poucos jogadores que foram convidados a participar do primeiro The International em 2011. Atualmente ele defende a Team Liquid e foi campeão do The International 2017.

KuroKy segurando o troféu do TI 7 - © Reprodução
KuroKy segurando o troféu do TI 7 - © Reprodução

Amer “Miracle” Barqawi - US$ 2.942.665,85

O companheiro de equipe de KuroKy nasceu na Jordânia e começou a jogar DotA e seu sucessor em lan houses, junto com seus irmãos mais velhos. Quando o ranking de MMR foi lançado, ele percebeu seu grande potencial e rapidamente foi convidado pelo veterano Johan “N0tail” a se juntar à equipe profissional OG. Atualmente, ele defende a Team Liquid.

© Reprodução
© Reprodução

Saahil “UNiVeRsE” Arora - US$ 2.900.960,27

Com uma carreira cheia de altos e baixos, o americano já teve momentos de tristeza e glória. Após anos lutando por um título mundial, venceu o The International 2015 pela Evil Geniuses, equipe que ainda representa e que terminou o TI 7 na décima posição.

UNiVeRsE segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução
UNiVeRsE segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução

Ivan “MinD_ContRoL” Ivanov - US$ 2.707.671,96

O búlgaro de 22 anos começou a jogar videogames aos 5 anos em um computador que sua avó lhe deu de presente. Aos 12 conheceu o Dota 2 e em 2015 foi chamado para ser jogador da Team Liquid pelo próprio Kuroky, equipe da qual ainda faz parte.

MinD_ContRoL ao meio - © Reprodução
MinD_ContRoL ao meio - © Reprodução

Lasse “Matumbaman” Urpalainen - US$ 2.707.376,24

A carreira de Matumbaman começou quando o finlandês jogava o nível mais alto dos torneios de beisebol do seu país. Quando o técnico de sua equipe deixou o time, sua paixão pelo esporte também foi embora e ele teve diversos problemas com bebidas alcóolicas e seu estado emocional. O Dota 2 ajudou o bem humorado Matumbaman a renascer como pessoa e como jogador. Atualmente, ele defende a Team Liquid.

"Matumbaman" ao meio - © Reprodução
"Matumbaman" ao meio - © Reprodução

Sumail “SumaiL” Hassan - US$ 2.602.795,94

SumaiL é um dos jogadores profissionais de Dota 2 mais novos do cenário competitivo. O paquistanês começou a jogar Dota aos oito anos de idade, junto com seu primo, e desde então nunca mais parou. Charlie Yang, um dos gerentes da Evil Geniuses foi quem chamou o garoto para jogar na equipe, surpreendendo-se com seu talento. SumaiL foi campeão do The International 2015 com apenas 16 anos.

SumaiL segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução
SumaiL segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução

Peter “ppd” Dager - US$ 2.602.008,62

Ppd já era um jogador incrível quando ele e seus amigos da equipe SADBOYS foram jogar pela Evil Geniuses. Com o tempo, a convivência tornou-se complicada e o pro player aprendeu da maneira mais difícil a lidar com problemas ao ver os colegas Ludwig "zai" Wåhlberg e Artour "Arteezy" Babaev saindo do time para jogar na Team Secret. Ao lado de novos jogadores, o americano foi campeão do TI 5 e ainda é um dos maiores jogadores de Dota 2 do cenário.

"ppd" segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução
"ppd" segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução

Clinton “Fear” Loomis - US$ 2.381.799,79

Depois de terminar a faculdade, o americano - que é um dos jogadores mais velhos e respeitados do circuito competitivo -, percebeu que o que ele queria de verdade era jogar videogames. Sua jornada passou do seu primeiro torneio amador de Dota, no qual ganhou US$ 90 para campeão do The International 2015, quando faturou US$ 1.326.932,14 do prêmio total de primeiro colocado. Joga pela Evil Geniuses desde 2011 e está sempre alternando entre as posições de treinador e jogador.

Fear (direita) segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução
Fear (direita) segurando o troféu do TI 5 - © Reprodução

Maroun “GH” Merhej - US$ 2.323.767,40

GH jogava por um time local do Líbano, seu país de origem, antes de se juntar à Team Liquid. Em entrevistas durante o TI 7, ele contou que jogava apenas em lan houses ou cybercafés porque ter uma boa conexão de internet em casa no Líbano é extremamente caro. Jogando pela Team Liquid desde janeiro deste ano, GH garantiu o título do The International 2017 ao lado de seus colegas.

© Reprodução
© Reprodução

Li “iceice” Peng - US$ 1.998.558,23

Iceice foi campeão do The International 2016 pela Wings Gaming. Após ser campeão mundial, ele e sua equipe deixaram a Wings por causa de atraso no pagamento de seus salários, e criaram a Team Random, que foi banida do circuito competitivo chinês por tomar essa decisão sem rescindir os contratos da maneira correta.

Em seguida, iceice decidiu pausar sua carreira, mas voltou a formar o time DanGo em 2017, e chegou a disputar a qualificatória aberta para o TI7, mas não teve sucesso.

iceice (meio) segurando o troféu do TI 6 - © Reprodução
iceice (meio) segurando o troféu do TI 6 - © Reprodução

Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
Dota
Mais notícias
Dota: Times que disputarão playoffs do The International 2019 são definidos
Dota

Dota: Times que disputarão playoffs do The International 2019 são definidos

Jogos começam em 20 de agosto
Beatriz Coutinho
Guia The International 2019 de Dota 2: Times, transmissão, agenda e mais
Dota

Guia The International 2019 de Dota 2: Times, transmissão, agenda e mais

Este ano a competição contará com cerca de US$ 33 milhões de premiação
Matheus Oliveira
Dota: Grupos do The International 2019 são definidos
Dota

Dota: Grupos do The International 2019 são definidos

Torneio começa nesta quinta-feira (15)
Lucas Hagui