CS:GO

Quem é Fallen, um dos maiores pro players brasileiros do mundo

Conheça a história do Verdadeiro
@thais.stagni
Thais Stagni
escreve para o Versus.

Gabriel “FalleN” Toledo nasceu em 30 de maio de 1991 em Itararé, interior de São Paulo. Conhecido no cenário de Counter-Strike: Global Offensive por ser um dos maiores jogadores do mundo, o “Verdadeiro” - como é chamado pelos fãs - começou a jogar Counter-Strike 1.6 em 2003.

No início, os pais de Gabriel não gostaram muito da ideia de ter um filho que vivesse jogando profissionalmente. Logo se acostumaram, já que Fallen começou a dar os primeiros passos no game de tiros da Valve junto com os irmãos em lan houses.

A sua vida competitiva começou com a equipe Soldiers of Fire, ao lado de jogadores como b4d-as- e Seiji, que hoje continuam amigo do Verdadeiro. Foi nessa época, inclusive, que o pro player se apaixonou pela ideia de competir e vencer. Aos 14 anos, em 2005, FalleN foi para o time crashers ao lado de seu irmão, o que permitia que ele pudesse viajar para campeonatos presenciais.

Em 2008, Gabriel entrou para a equipe vsONE, de Counter-Strike: Source, e o time ficou em primeiro lugar na Quest Cup e na Liga Monkey. Em 2009, o jogador estava focado nos estudos, porque queria estudar Engenharia da Computação - foi quando nomes de peso do cenário de Counter-Strike como nak, bit, bruno e fnx o chamaram para entrar no time FireGamers.

© Reprodução
© Reprodução

Foi então que FalleN percebeu que o seu hobby se transformava em uma profissão. Sua rotina mudou completamente e, aos poucos, ele começou a se dedicar ainda mais ao game, seguindo seu sonho e conquistando diversos títulos em campeonatos ao longo desse tempo.

Em setembro de 2010, a equipe FireGamers foi contratada pela organização norte-americana Complexity. Esse foi o primeiro marco de FalleN no cenário internacional de Counter-Strike. Nesse período, a Complexity competiu na quinta temporada do Intel Extreme Masters (IEM), um dos maiores torneios da modalidade -- e os brasileiros conquistaram a taça, sendo o primeiro título que o Brasil levou em terras internacionais.

Em 2012, Gabriel entrou na PlayArt e venceu a Mega Acervus Cup e a WCG Pan America. Em 2013, o Verdadeiro começou a competir em CrossFire e CS ao mesmo tempo, ainda pela organização PlayArt - que fecharia suas portas após cinco meses. Já na equipe de CrossFire da paiN Gaming, ele venceu a BGL Arena e ganhou uma vaga para disputar a CFStars 2014, torneio que seria realizado na China.

© Reprodução
© Reprodução

Quando o cenário de Counter-Strike: Global Offensive começou a se consolidar, ele voltou a jogar com fnx, fer, hen1 e lucas1.

No final de 2014, a equipe de FalleN (que foi uma junção da Progaming com a KaBuM) conquistou uma vaga para um campeonato internacional que aconteceria nos Estados Unidos, e o pro player venceu a Cloud9, nome tradicional e conhecido pelo cenário competitivo de eSports.

Em 2015, FalleN foi contratado pela Keyd Stars, mas ficou apenas seis meses, e foi contratado pela Luminosity no final do mesmo ano. Em julho de 2016, o Verdadeiro entrou para a SK Gaming, equipe em que ele joga até hoje.

Atualmente FalleN coleciona mais de 60 primeiros lugares em competições nacionais e internacionais, e é considerado o jogador de Counter-Strike: Global Offensive que ganhou mais dinheiro com premiações de todos os tempos. O Verdadeiro também foi considerado uma das pessoas mais influentes dos eSports no Brasil em 2015 e competiu pelo título de melhor jogador do mundo no The Game Awards 2016.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: Xizt e Twist vão para o banco de reservas da Fnatic
CS:GO

CS:GO: Xizt e Twist vão para o banco de reservas da Fnatic

Organização busca por renovação após ficar fora de um Major pela primeira vez
Beatriz Coutinho
CS:GO: Hen1 é movido para o banco de reservas da Luminosity Gaming
CS:GO

CS:GO: Hen1 é movido para o banco de reservas da Luminosity Gaming

Rumores apontam jogador na INTZ
Beatriz Coutinho
Guia StarLadder Berlin Major 2019: Times, transmissões, agenda e mais
CS:GO

Guia StarLadder Berlin Major 2019: Times, transmissões, agenda e mais

Saiba quando MIBR, FURIA e INTZ jogam
Beatriz Coutinho