Quake

Quem é Dennis "Thresh" Fong, considerado o primeiro pro player da história?

Thresh foi responsável pela popularização da movimentação WASD
@iugahtk
Lucas Hagui
escreve para o Versus.
Foto: Montagem/Lucas Takashi
Foto: Montagem/Lucas Takashi

O mundo dos esports expandiu em uma grande velocidade nas últimas décadas, com jogadores tornando-se profissionais e crescendo em diversos games. No entanto, mesmo com a popularidade em alta, poucas pessoas conhecem alguns pontos importante da história dos esportes eletrônicos. Nesta edição da série Linha do Tempo, o Versus falará sobre Dennis "Thresh" Fong, considerado o primeiro pro player da história e grande empreendedor.

Leia mais:


Dennis Fong, mais conhecido como Thresh, foi um pro player de sucesso que começou a jogar competitivamente aos 16 anos, em 1993 no jogo Doom. Além de muita habilidade, o chinês ganhou os holofotes de grandes veículos de mídia por ganhar uma Ferrari em um torneio de Quake e também por ser o primeiro pro player da história reconhecido pelo Guiness Book.

Doom, Quake, Ferrari e os controles WASD

A carreira profissional de Dennis ficou famosa por conta de campeonatos na franquia Quake, em que jogou ativamente em Quake (clássico), Quake II e QuakeWorld, além de aparições em torneios de Doom - em que participou da Judgement Day, primeiro grande torneio patrocinado pela Microsoft em 1995.

Dentre diversas competições, certamente a mais famosa foi a Red Annihilation em 1997, torneio de Quake que Thresh ganhou a Ferrari 328 GTS, que antes pertencia a John D. Carmack, CEO da id Software. O pro player Dennis venceu a grande final contra Tom "Entropy" Kimzey, que foi amplamente discutida em diversos jornais e revistas da época pela premiação inusitada, trazendo um carro modificado que na época valia US$ 70 mil - um prêmio que, se compararmos hoje em dia com a inflação, chegaria a US$ 109 mil.

Dennis e seu prêmio. Foto: Reprodução
Dennis e seu prêmio. Foto: Reprodução

Outra mudança drástica que Dennis causou no cenário de jogos foi a movimentação em jogos de tiro em primeira pessoa (FPS), que antigamente era feita nos direcionais do teclado. Não se sabe ao certo quem foi o primeiro a utilizar a movimentação em WASD, mas certamente Thresh foi o responsável por tornar esse tipo de controle padrão para os first person shooters após conquistar a Ferrari no campeonato.

Anteriormente, esse tipo de movimentação era comum apenas em jogos de plataforma, como Dark Castle, por exemplo. O primeiro game de FPS a implementar o controle WASD como padrão foi Half-Life em 1998, seguido de Quake 3 em 1999.

Diferente de competições mais atuais, em que as premiações dos campeonatos são constantemente registradas, ninguém sabe o total que Thresh já recebeu em competições - principalmente pelo fato de muitas delas sequer possuírem dados na Internet. Para ter uma boa noção de números, em 1999 uma notícia na Washington Post menciona que Fong recebeu aproximadamente US$ 250 mil em competições e royalties.

O início na carreira dos negócios

Em 1997, Fong reduziu o ritmo nos esports para focar sua carreira nos negócios. O primeiro negócio criado por Dennis Fong, junto com seu irmão Lyle Fong, foi a GX Media, empresa de mídia que possuía diversos portais famosos na época, incluindo o site gamers.com - que deixou de existir. Quatro anos depois, em 2001, a empresa foi vendida para a publisher americana de websites Ziff-Davis.

Foto: Reprodução/Dennis Fong
Foto: Reprodução/Dennis Fong

Em 2002, Fong se uniu a Mike Cassidy, Max Woon e David Lawee e criaram o Xfire, um programa de comunicação especializada para gamers. A Xfire também foi vendida, porém para a Viacom (empresa dona da Paramount, MTV, Nickelodeon e entre outros), rendendo uma transação de US$ 102 milhões em 2006.

Pouco tempo depois, em 2008, Dennis Fong criou o Raptr, um programa de comunicação que integrava contas da Xbox Live, PlayStation Network e Steam para facilitar a comunicação dos jogadores. Um marco do Raptr aconteceu em 2014, em que parcerias com a AMD e a Twitch foram criadas para ampliar as funções da plataforma.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em setembro de 2017, o Raptr começou a encerrar seus serviços até finalizar por completo em 2018. No entanto, a função de gravação e clipes de jogos Plays.tv, lançado em 2015 no Raptr, tornou-se um programa à parte e existe até o momento - sendo a empresa em que Dennis Fong é, atualmente, fundador e CEO.

Mas não pense que Thresh está distante dos esports: a Plays.tv é uma plataforma utilizada por renomadas equipes do cenário como Cloud9, Fnatic, Team SoloMid, EnvyUs e Counter Logic Game (CLG) para armazenar e estudar os replays de jogos.

Dennis Fong foi um dos primeiros a entrar no Esports Hall of Fame - junto com Emil “HeatoN” Christensen, ex-capitão da Ninjas in Pyjamas e atual manager da equipe - durante a cerimônia da QuakeCon 2016.

É interessante ver como ex-jogadores mantém proximidade com os esports mesmo após suas aposentadorias. No Brasil, existem pessoas que também fizeram um trajeto parecido, como Arthur "PAADA" Zarzur, CEO da paiN Gaming e ex-jogador de DotA; Raiff Chaves, ex-jogador de DotA e atual CEO da agência eBrainz; e Alexandre "gAuLeS" Borba, ex-jogador de Counter-Strike, dono da G3X e ex-sócio da Agência X5.



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.

Mais notícias
Quake: k1llsen vence etapa inicial da Pro League; brasileiro fica em 11º
Quake

Quake: k1llsen vence etapa inicial da Pro League; brasileiro fica em 11º

Nosfa faturou R$ 11 mil
Beatriz Coutinho
Quake: Jogador da Black Dragons disputará etapa da Pro League na QuakeCon
Quake

Quake: Jogador da Black Dragons disputará etapa da Pro League na QuakeCon

Torneio acontece neste fim de semana
Beatriz Coutinho
Quake Champions: Pro League é a nova liga competitiva do game
Quake

Quake Champions: Pro League é a nova liga competitiva do game

Vinte jogadores de quatro regiões serão os primeiros participantes
Felipe Cardoso