PUBG

PUBG: Mulher pede divórcio após marido tentar impedi-la de jogar

Nem uma partidinha?
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira
Segundo declarações, a esposa buscava conforto no game. | Foto: PUBG Corp/Reprodução
Segundo declarações, a esposa buscava conforto no game. | Foto: PUBG Corp/Reprodução

PUBG Mobile faz tanto sucesso que está até impactando casamentos. Um caso no mínimo exótico aconteceu nos Emirados Árabes, onde uma mulher pediu divórcio do marido que tentava impedi-la de jogar o game em sua versão para smartphones.

Leia mais:

De acordo com o portal norte-americano Gulf News, um casal de Ajman, capital dos Emirados Árabes, contatou a justiça com um pedido de divórcio, no qual a esposa declarou "estar sento privada do seu direito de escolher seus meios de entretenimento".

Também segundo as descrições publicadas, a mulher afirmou que o marido "temia que ela ficasse viciada no game, o que a levaria a negligenciar seus deveres com a família".

Não foram divulgadas mais informações sobre o caso, ou resoluções do governo Árabe quanto a solicitação.

Que tal alguma dicas para melhorar suas habilidades em PUBG Mobile com ninguém mais, ninguém menos que o streamer Felipe "Vespa" Rodrigues? Confira o vídeo acima.

Vale lembrar que a BPL de PUBG está de volta, com um torneio que vale vaga para a LA League, competição latino-americana do battle royale.

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
PUBGMobile
Mais notícias
Logitech G Challenge 2020 terá torneios de LoL, CS:GO, PUBG e Project Cars 2
Logitech G Challenge

Logitech G Challenge 2020 terá torneios de LoL, CS:GO, PUBG e Project Cars 2

As inscrições para o campeonato de LoL já estão abertas!
Beatriz Coutinho
PUBG Mobile: Equipe brasileira Loops vence Pro League e garante vaga no mundial
PUBG

PUBG Mobile: Equipe brasileira Loops vence Pro League e garante vaga no mundial

Time faturou US$ 55,5 mil, cerca de R$ 299 mil
Beatriz Coutinho
Os melhores casos de justiça sendo feita nos esports
Esports

Os melhores casos de justiça sendo feita nos esports

Lembre de jogadores que foram banidos, expulsos ou penalizados por trapaças e por comportamento tóxico
Helena Nogueira