PUBG

PUBG Mobile: Campeonato com premiação de R$ 30 mil começa neste sábado

INTZ e RED Canids são algumas das organizações participantes
@luccabucks
Escrito por
Matheus de Lucca
Campeonato se estende até 14 de julho | Foto: PUBG Corp/Reprodução
Campeonato se estende até 14 de julho | Foto: PUBG Corp/Reprodução

Reunindo 40 dos melhores times sul-americanos de Player Unknown's Battlegrounds (PUBG) Mobile, começa neste sábado (8) o campeonato RecargaPay Challenge, com R$ 30 mil em premiação total. Equipes como INTZ, RED Canids Kalunga e a campeã do PMSC 2018, a BRK Gaming estarão na disputa.

Leia mais

A transmissão do torneio começa a partir das 19h30 no app da Nimo.TV, com narração revezada entre Murillo Shooow, Marcatto e QEP.

A competição oferece um prêmio total de R$ 30 mil aos participantes, sendo dividido em R$ 18 mil para o primeiro, R$ 8 mil para o segundo lugar e R$ 4 mil para o terceiro lugar.

As partidas da fase de grupos se estendem até 30 de junho e as finais acontecem entre 13 e 14 de julho.

O torneio é patrocinado pelo RecargaPay | Foto: Reprodução
O torneio é patrocinado pelo RecargaPay | Foto: Reprodução

Este é o primeiro reflexo do investimento do serviço de carteira digital RecargaPay nos esports, com foco no cenário mobile.

Para melhorar seu gameplay em PUBG Mobile ou Game For Peace, veja o vídeo acima com dicas do streamer Felipe "Vespa" Rodrigues.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Matheus de Lucca é editor assistente do Versus. Siga-o no Twitter em @luccabucks.

Tags Relacionadas
PUBG
Mais notícias
PUBG Mobile: Equipe brasileira Loops vence Pro League e garante vaga no mundial
PUBG

PUBG Mobile: Equipe brasileira Loops vence Pro League e garante vaga no mundial

Time faturou US$ 55,5 mil, cerca de R$ 299 mil
Beatriz Coutinho
Os melhores casos de justiça sendo feita nos esports
Esports

Os melhores casos de justiça sendo feita nos esports

Lembre de jogadores que foram banidos, expulsos ou penalizados por trapaças e por comportamento tóxico
Helena Nogueira
PUBG Corp. bane argentino p0me por 2 anos após atitudes racistas
PUBG

PUBG Corp. bane argentino p0me por 2 anos após atitudes racistas

Caso de reincidência levou a um maior período de banimento
Beatriz Coutinho