League of Legends

Riot Games bane ex-pro player por 20 meses após agressão à namorada

Li "Vasilii" Wei-Jun foi expulso da Newbee após o incidente durante stream
@thais.stagni
Thais Stagni
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Riot Games se pronunciou nesta quarta-feira (22) sobre o caso de Li "Vasilii" Wei-Jun, ex-atirador chinês de League of Legends da Newbee que agrediu a namorada durante uma stream.

Leia mais sobre League of Legends:

Em um comunicado oficial, a empresa afirmou que já havia suspenso o ex-pro player por conta das acusações de agressão, e abriram "uma investigação mais profunda". Na época, a Riot conversou tanto com Vasilii quanto com sua parceira, e "ambos negaram que Vasilii a agrediu fisicamente e que não haviam evidências do contrário".

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Leia a posição da Riot Games sobre o incidente abaixo:

Apesar de as investigações não mostrarem provas de que Vasilii agrediu fisicamente sua namorada, ele fez ameaças de violência física e ameaças de morte em relação à uma pessoa indefesa em um local privado, que foram intimidadoras o suficiente para que ela ligasse para a polícia. Isso é inaceitável.
Nós consideramos o comportamento de Vasilii escandaloso, além dos piores casos de má conduta que nós tínhamos em mente quando criamos Global Penalty Index (as leis de Pena Global [em League of Legends], também conhecido como GPI). Como especificado no GPI, nós nos reservamos ao direito de modificar o tempo de suspensão máxima em casos de circunstâncias agravantes. Nós consideramos o fato de que essas ameaças de abuso doméstico foram feitas - e que eles foram feitos à uma pessoa indefesa em uma casa - como um fator agravante. Se ele fizesse essas ameaças a outro jogador profissional no palco, isso poderia render uma suspensão de 10 meses, mas intimidação física e ameaças de violência doméstica deveriam ser punidos com ainda mais rigidez.

A Riot ainda relembrou que o pro player já havia sido punido por comportamento agressivo anteriormente - "um incidente" em 2016 em que Vasilii "mostrou agressão física dentro do palco, quebrando um teclado e intimidando fisicamente o operador de câmera durante uma partida".

Vasilii será banido por 20 meses competitivo de League of Legends, o que corresponde, de acordo com o GPI, até o início do primeiro split de janeiro de 2020.

A Newbee baniu o pro player do time após o ocorrido. Foto: Reprodução
A Newbee baniu o pro player do time após o ocorrido. Foto: Reprodução

Entenda o caso

Após perder uma partida, Vasilii ficou irritado e começou a jogar objetos pela sala e a gritar com a mulher, que é ouvida gritando e chorando ao fundo.

A stream foi interrompida quando a polícia chegou na casa do agressor para detê-lo. Por conta do ocorrido, a Newbee, organização que havia contratado o pro player, o expulsou da equipe de LoL.

"O contrato de Vasilii com a Newbee foi encerrado de imediato por cometer atos de violência durante uma transmissão online", afirmou a organização em um comunicado oficial. "Estamos profundamente chocados, de coração partido e arrependidos. A Newbee não vai tolerar tal comportamento sob nenhuma circunstância."


Thaís Stagni é redatora do Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
Superliga LoL: OPK perde de W.O por não cumprir regras da competição
League of Legends

Superliga LoL: OPK perde de W.O por não cumprir regras da competição

Ao que tudo indica, jogadores não tinham conta do servidor de torneios
Barbara Gutierrez
Superliga LoL: ProGaming e Falkol vencem no primeiro dia de torneio
League of Legends

Superliga LoL: ProGaming e Falkol vencem no primeiro dia de torneio

Equipes ganharam da Bulldozer e KaBuM respectivamente
Matheus Oliveira
Guia Superliga ABCDE de LoL 2019: Times, horários, formato, transmissão e mais
League of Legends

Guia Superliga ABCDE de LoL 2019: Times, horários, formato, transmissão e mais

Acompanhe as disputas que se estendem até 15 de dezembro
Barbara Gutierrez