NBA

Pro player baleado em torneio de Madden NFL voltará a competir pela NBA 2K League

Jovem foi atingido por três tiros
Imagem: Cavs Legion
Imagem: Cavs Legion

Após passar por um grande susto, dias de vitória chegaram para Thimothy "oLARRY" Anselimo. O pro player de NBA 2K, que foi uma das vítimas do tiroteio que aconteceu em um torneio de Madden NFL realizado pela Eletronic Arts, nos Estados Unidos, foi contratado pela equipe Cavs Legion para voltar a jogar.

Leia mais:

oLARRY levou três tiros e um deles atingiu sua mão, o que poderia trazer complicações para seu futuro como pro player. De acordo com os médicos que estão cuidando do jogador, até o fim de 2018 ele deve recuperar até 90% dos movimentos da mão.

No anúncio oficial da contratação de oLARRY, sua nova casa deixou claro o talento e força do jogador.

"Não poderíamos estar mais animados em trazer oLARRY para o Legion. Ele não é apenas um jogador e colega de equipe extremamente talentoso que é forte em diversas facetas do jogo, seu amor pelo jogo e dedicação ao trabalho são incomparáveis. O que o Tim superou no último mês é um testamento disso e estamos orgulhosos de ter ele se juntando ao time. Ele será uma ótima adição à equipe e mal podemos esperar para ver ele começar", disse Anthony Muraco gerente do time.

Em 26 de agosto, o competidor de MAdden David Katz iniciou um tiroteio em massa que deixou 11 feridos e dois mortos. O autor do crime cometeu suicídio ainda no local do campeonato.

No final de agosto, a Eletronic Arts criou o Jacksonville Tribute, campanha de arrecadação de doações em dinheiro para as vítimas do tiroteio e suas família. A desenvolvedora iniciou a campanha doando US$ 1 milhão.



Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
NBA