Esports

Por que não vemos mais mulheres nos esports e nos games

Casos de machismo no cenário competitivo levantaram o debate novamente
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
é reporter no Versus.

O recente episódio que envolveu o pro player Pedro "Lep" Marcari rindo de um comentário impróprio feito sobre a jogadora da INTZ Júlia “Mayumi” Nakamura, novamente levantou debates sobre o machismo nos games e esports e a presença de mulheres nesses mercados.

No vídeo acima, são discutidos diversos casos de machismo nos esportes eletrônicos, como o próprio acontecimento provocado por Lep, além da estreia de Julia "Cute" Akemi na Superliga 2017 e as ofensas que a streamer Lara "LittleVelma" Lauer sofreu durante uma transmissão ao vivo.

Além de um contexto histórico explicando o que há por trás do discurso de que "videogames são coisas de menino", o vídeo também apresenta sugestões para desenvolvedoras de jogos e a própria comunidade lidarem com o combate ao machismo nessas áreas.

Leia mais sobre o tema:

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
EsportsVídeos
Mais notícias
Liga dos Surdos terá torneios de LoL, Free Fire, Fortnite e mais com transmissão no SBT
Esports

Liga dos Surdos terá torneios de LoL, Free Fire, Fortnite e mais com transmissão no SBT

Evento Press Start terá transmissão a partir deste sábado (22)
Helena Nogueira
Fisioterapeuta da Liquid e PRG revela as lesões mais comuns em jogadores
Esports

Fisioterapeuta da Liquid e PRG revela as lesões mais comuns em jogadores

Confira algumas dicas para evitar problemas no futuro
Jairo Junior
Ronda Rousey, estrela do WWE, assina contrato com Facebook Gaming
Esports

Ronda Rousey, estrela do WWE, assina contrato com Facebook Gaming

Primeira transmissão da lutadora acontece na próxima terça-feira (18)
Helena Nogueira