Vídeos

Por que a representatividade LGBT+ nos esports é tão importante?

Convidamos Samira Close para discutir sobre o assunto
@helenavnogueira
Helena Nogueira
é reporter no Versus.

Recentemente, a Blizzard revelou que o Soldado 76 é gay. A reação dos fãs diante desta revelação foi mista: alguns criticaram, enquanto outros ficaram gratos pela representação.

Mas afinal, por que a representatividade LGBT+ é tão importante? Para discutir isto, convidamos Samira Close e Lenara Osugui, que comentaram os personagens da comunidade em jogos como League of Legends e Overwatch.

Para conferir, é só dar play no vídeo acima! Não esqueça de se inscrever no nosso canal do YouTube.

Bárbara Gutierrez é editora-chefe do Versus. Siga-a no Twitter em @bahgutierrez.

Mais notícias
Perfil: A história de FalleN, o pai do CS:GO brasileiro
CS:GO

Perfil: A história de FalleN, o pai do CS:GO brasileiro

Conheça a trajetória de um dos maiores jogadores de todos os tempos no esport nacional
Jairo Junior
CBLoL: "Todo mundo ali tem culpa, não só o Tinowns", diz tutsz sobre paiN
League of Legends

CBLoL: "Todo mundo ali tem culpa, não só o Tinowns", diz tutsz sobre paiN

Tin também falou a pressão de dividir a função com Kami
Helena Nogueira
CBLoL: "É falta de vergonha na nossa cara", diz Maestro sobre desempenho da INTZ
League of Legends

CBLoL: "É falta de vergonha na nossa cara", diz Maestro sobre desempenho da INTZ

Equipe perdeu cinco dos seis jogos que disputou
Beatriz Coutinho