League of Legends

Perfil: A jornada de Mayumi até a INTZ

Pro player que jogou na Superliga quer mostrar suas habilidades no CBLoL
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho

Julia "Mayumi" Nakamura é uma das pro players de League of Legends da INTZ. A jogadora foi uma das vencedoras do Projeto Invocadoras, realizado em parceria com o clube e o projeto Sakura Esports. Mayumi ama os jogos desde criança e apesar de ter tido a chance de ter o "futuro perfeito" cursando a faculdade de medicina veterinária, ela preferiu arriscar tudo e se tornar uma jogadora profissional de LoL. No vídeo acima você confere tudo sobre a história da pro player.

Leia mais:

Nascida em Amparo, cidade do interior do estado de São Paulo, Mayumi ainda nem tinha concluído o ensino médio quando soube que havia sido selecionada para fazer parte da INTZ.

A oportunidade de participar do time aconteceu graças a um campeonato promovido pelo Sakura Esports, projeto que "visa garantir um cenário melhor para comunidade feminina dentro dos esports". Após montar um time com outras garotas que tinham o mesmo sonho de se tornarem pro players, a jogadora deu tudo de si e conquistou sua vaga na organização intrépida.

Em novembro de 2019, Mayumi jogou pela INTZ durante a Superliga, fato que fez com que a jogadora se tornasse popular na China e em outras regiões que possuem ligar regionais de LoL.

Apesar de ter sido inscrita pela organização no Campeonato Brasileiro de League of Legends no início do ano, a INTZ retirou a inscrição da pro player para colocar Bruno Augusto "Hauz" Felberge em seu lugar. Ainda assim, Mayumi afirma que sonha em disputar o CBLoL e acumular títulos em sua carreira.

"Eu tento todos os dias pensar na minha própria performance, em como eu estou jogando, se estou jogando bem ou mal, se estou ou não preparada. No meio de tantas críticas, tento validar mais a minha opinião e a do meu coach. Tenho vontade de conquistar títulos, sim, e de jogar o CBLoL, mas para isso preciso estar preparada. Meu preparo é o mais importante porque eu sou uma novata e não adianta me colocarem lá, eu fazer tudo errado e depois me julgarem por isso. Eu prefiro estar preparada e mostrar o que eu posso fazer quando for a hora", diz a jogadora.

Atualmente, Mayumi e Tainá "Yatsu" Santos, a outra jogadora que venceu o Projeto Invocadoras, treinam diariamente ao lado de todos os outros jogadores que fazem parte da INTZ. “Nosso dia é focado em LoL. Às 13h começam as atividades relacionadas aos treinos. Às 16h temos um intervalo de uma hora para comer ou descansar, voltamos a treinar às 17h e às 20h tudo termina. Depois disso a gente ainda joga um pouquinho de solo queue porque a rotina termina um pouco cedo”, contou Mayumi, em entrevista ao Versus.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
LoL: RED vence Havan e está na final do 2º split do Circuito Desafiante 2020
League of Legends

LoL: RED vence Havan e está na final do 2º split do Circuito Desafiante 2020

Matilha está garantida na decisão do Circuitão
Beatriz Coutinho
Guia TFT: Melhores composições e sinergias do Conjunto 3 de Teamfight Tactics
Teamfight Tactics

Guia TFT: Melhores composições e sinergias do Conjunto 3 de Teamfight Tactics

Saiba quais campões e combos priorizar para ficar em 1º nas partidas de Galáxias
Matheus Oliveira
CBLoL: "Fiquei irritado", diz Mora sobre decisão da INTZ de jogar com reservas
League of Legends

CBLoL: "Fiquei irritado", diz Mora sobre decisão da INTZ de jogar com reservas

Segundo o técnico do Santos, os intrépidos não mantiveram a integridade competitiva do CBLoL
Beatriz Coutinho