Overwatch

Overwatch Contenders 2020: O que esperar da competição

O torneio do shooter da Blizzard traz muitas novidades nesta edição
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira

Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução

A Overwatch Contenders Sul-Americana 2020 terá seu primeiro dia de transmissão nesta quarta-feira (11) e o Versus conversou com com os narradores e comentaristas da competição, que compartilharam suas expectativas para o torneio.

Leia mais:

Rotações de times e heróis

A Contenders 2020 estreia o novo formato da competição, com rodadas semanais e rotações de equipes entre Contenders e Trials, o que pode trazer novos ares à competição. "O lado positivo é que a competitivdade aumenta, o que é saudável para o cenário", diz o comentarista Felipe Tonello. “Porém, é um desafio muito grande para todas as equipes, porque todas devem se preparar para novos confrontos e até heróis diferentes num período de tempo muito menor".

Assim como a Overwatch League, a Contenders também será impactada pela rotação e banimento de heróis, limitando as escolhas dos jogadores e forçando novas estratégias. Como exemplo, a primeira semana da Contenders de 2020 será jogada sem McCree, Widowmaker e Reinhardt.

O sistema de rotação de herois foi introduzido nas competições no final de janeiro | Foto: Blizzard/ Reprodução
O sistema de rotação de herois foi introduzido nas competições no final de janeiro | Foto: Blizzard/ Reprodução

“A proposta foi vista como quase absurda no começo, mas acredito que o objetivo da Blizzard é o que vemos na Contenders e na Overwatch League: variedade nas composições que antes se limitavam às mais fortes do metagame”, afirma o narrador Petar Neto.

Novos e antigos talentos

A Contenders 2020 trouxe aos holofotes da competição novos times e jogadores, assim como fez o público relembrar nomes que brilham há tempos no cenário do shooter da Blizzard.

Citados pelo narrador Thauê Neves como os players que merecem atenção foram os veteranos Murillo "murizzz" Tuchtenhagen e Pedro "ole" Orlandini, da Horus Gaming, campeões de edições anteriores e populares por suas participações em equipes como Lowkey e também na seleção brasileira de Overwatch.

Além destes, Neves acentua o potencial da dupla de DPS e Suporte da Dignity, Leonardo "Shinigami" Moreira e Gabriela "Win98" Vieira. Além disso, ele aponta como uma possível surpresa outro DPS, Guilherme "theseriusgui" Souza, da And They Say, equipe da Contenders Trials, conhecido por sua performance com Doomfist.

Dupla de DPS e Suporte da Dignity, Win98 e Shinigami | Foto: Reprodução
Dupla de DPS e Suporte da Dignity, Win98 e Shinigami | Foto: Reprodução

Em resumo, como apontou o comentarista Guilherme "Demo" Ono, os times que podem se destacar são justamente And They Say, pela concentração de talento individual e treinamento, WarPigs e Dignity, que garantiram a melhor colocação no seeding da disputa. A Horus Gaming também foi citada, afinal, é o time formado pelos jogadores mais populares do cenário, que se juntaram após o fim de seus respectivos times, como o próprio murizzz, eleito melhor player de Overwatch de 2019 no Prêmio Esports Brasil.

A competição terá seu primeiro dia de transmissão nesta quarta-feira (11), às 18h, no canal oficial de Overwatch no Youtube. As disputas acontecem semanalmente, com jogos também aos sábados e domingos, que não serão transmitidos.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
Overwatch: Fila Aberta retorna ao modo competitivo
Overwatch

Overwatch: Fila Aberta retorna ao modo competitivo

Sem mais 2-2-2 obrigatório
Matheus Oliveira
Overwatch Contenders: A trajetória da campeã Dignity ao troféu
Overwatch

Overwatch Contenders: A trajetória da campeã Dignity ao troféu

Saiba mais sobre os segredos da campeã da primeira temporada sul-americana de 2020
Matheus Oliveira
Overwatch Contenders: Dignity é campeã da primeira temporada sobre a Warpigs
Overwatch

Overwatch Contenders: Dignity é campeã da primeira temporada sobre a Warpigs

Após passar pelos playoffs invicta, equipe leva US$ 14 mil
Matheus de Lucca