League of Legends

Mundial de LoL: Mills diz que servidor chinês força jogadores a serem melhores

Jogador foi o primeiro da INTZ a chegar ao elo Grão-Mestre
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho

Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

A INTZ está no Grupo A da Fase de Entrada do Mundial 2020 de League of Legends. O time brasileiro deve jogar a partir de 25 de setembro e durante seu período de preparação para o torneio, a equipe está treinando na China desde 9 de setembro. Desde então, Guilherme "Mills" Uessler foi o primeiro intrépido a garantir um pentakill e o elo Grão Mestre no "super servidor" chinês. Ao Versus, ele disse que "o servidor lhe força a ser um jogador melhor se você quiser ganhar".

Leia mais:

Quando questionado sobre as principais diferenças entre as ranqueadas brasileiras e chinesas, Mills diz que viu "todos os jogadores em um ritmo frenético" com lutas o tempo todo. "Algumas vezes, essas lutas são até sem sentido e isso é muito diferente do servidor brasileiro, que é meio parado. Outra coisa que notei é que os 'monochampions" daqui tem um nível incrivelmente alto de gameplay".

Em 14 de setembro, Mills contou no Twitter que havia chegado ao elo Grão-Mestre. O tuíte tem mais de 5 mil likes, 168 retuítes e 140 respostas - a maior parte delas são elogios de torcedores.

"Tenho jogado bastante desde que cheguei e o servidor lhe força a ser um jogador melhor se você quiser ganhar. Sou muito grato e fico genuinamente feliz com todos pelo carinho das pessoas que estão me acompanhando", contou o atirador.

Mills disse que enxerga o grupo da INTZ na Fase de Entrada como difícil, mas ressalta que o trabalho da organização na China "tem sido feito buscando bons resultados independente de qual seja o adversário".

Além disso, o atirador compartilha da mesma opinião do técnico Lucas "Maestro" Pierre, quando questionado se a força da INTZ em séries melhores de cinco jogos (md5) no Brasil também pode ser utilizada lá fora. Maestro afirmou ao Versus que os adversários internacionais não costumam respeitar muito a INTZ no quesito preparação para torneios internacionais, e que o time deve focar em vencer as séries md1 antes de pensar no futuro.

"A preparação do time junto da staff para melhores de cinco é muito boa, porém aqui é muito rápido e antes de qualquer md5, temos as md1. A princípio, a preparação é toda em volta disso, e acho que até as md5 os outros times não devem prestar tanta atenção específica na gente", explicou Mills.

O Mundial 2020 de League of Legends acontece entre 25 de setembro e 31 de outubro em Xangai, na China. Saiba em quais datas cada fase do torneio será disputada e os horários de cada uma delas.

Entre a Fase de Entrada e as semifinais do torneio, a disputa acontecerá no Shanghai Media Tech Studio, enquanto a grande final será realizada no Pudong Football Stadium. Vale lembrar que o Vietnã não participará do Mundial 2020 devido à pandemia de Covid-19.

No vídeo acima você confere a entrevista da INTZ após vencer a paiN por 3 a 1 na grande final do 2º split do CBLoL 2020.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
League of LegendsINTZ
Mais notícias
Mundial de LoL: "É frustrante, não vim aqui passear", diz Tay sobre estreia em Mundiais
League of Legends

Mundial de LoL: "É frustrante, não vim aqui passear", diz Tay sobre estreia em Mundiais

O jogador da INTZ não está satisfeito com sua primeira experiência no Worlds
Jairo Junior
LoL: INTZ enfrenta SuperMassive e perde a terceira seguida no Worlds 2020
League of Legends

LoL: INTZ enfrenta SuperMassive e perde a terceira seguida no Worlds 2020

Brasileiros são os únicos do grupo sem vitória
Jairo Junior
Mundial de LoL: Nicks e elos dos jogadores da INTZ nas ranqueadas chinesas
League of Legends

Mundial de LoL: Nicks e elos dos jogadores da INTZ nas ranqueadas chinesas

Intrépidos disputarão o Worlds 2020 de League of Legends
Beatriz Coutinho