League of Legends

Mundial de LoL 2019: Pra cima deles Flamengo! Um relato de fã para fã

"Não importa onde esteja, sempre estarei contigo"
@foxer_jj
Jairo Junior
escreve para o Versus.
Foto: Riot Games Brasil/Reprodução
Foto: Riot Games Brasil/Reprodução

Os últimos anos foram intensos para os flamenguistas que amam o clube e os esportes eletrônicos, como eu. Em 2017 parecia um sonho saber que duas das minhas maiores paixões finalmente seriam reunidas. Em 2018 o sonho se tornou realidade e a equipe disputou uma competição oficial de League of Legends (LoL) e ainda por cima subiu para o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL). Agora, em 2019, a Nação Rubro-Negra foi agraciada com o primeiro título brasileiro na modalidade e uma vaga no Mundial.

Leia mais:


Neste momento, a trajetória recente e atípica do meu clube do coração investindo em games me marca de forma única. No entanto, minha história com o Flamengo não é de hoje. Na verdade, começa há algumas décadas. Sou filho de pai e padrinho botafoguenses e já tive até festa de aniversário com o tema do alvinegro carioca quando nem ao menos sabia falar - se eu soubesse, não permitiria tamanha barbárie com minha pessoa. Brincadeira.

Mesmo com a grande influência em casa, ainda assim trilhei outro caminho. Nunca me interessei pelo aniversário do Botafogo, pelo clube ou pela camisa - nunca usada e guardada na gaveta. Não sei dizer se escolhi o Flamengo ou se o Flamengo me escolheu, mas aconteceu. Eu era uma criança mal saída das fraldas, não sabia nem o que queria comer no almoço e nem ao menos escolhia a roupa que iria usar, mas já estava convicto de que era Flamengo. Convicção que terei a vida inteira no meu peito.

É impossível explicar o que é ser Flamengo. Pode parecer piegas ou até mesmo clichê, mas é verdade. Não importa onde, quando, como ou em qual modalidade, a torcida rubro-negra sempre estará lá. Lembro de quando me perguntaram na redação do Versus: "Você também torce para o Flamengo no LoL?", e eu respondi: "Pode ser um campeonato de ping pong no bairro, eu torço para o Flamengo em tudo que existe". Não é à toa que não costumo fazer coberturas nacionais do Flamengo, para não conter nenhum viés. Na própria final do CBLoL eu estava à paisana, trajado de rubro negro no meio de uma imensidão com as mesmas cores.

Quase nada neste mundo é tão verdadeiro quanto os vários cânticos da torcida que dizem constantemente: "sempre estarei contigo".

1/3
Torcida do Flamengo na final do CBLoL | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução
Torcida do Flamengo na final do CBLoL | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução
Torcida do Flamengo na final do CBLoL | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução
Torcida do Flamengo na final do CBLoL | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução
Torcida do Flamengo na final do CBLoL | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução
Torcida do Flamengo na final do CBLoL | Foto: Riot Games Brasil/Reprodução

Reconheço completamente que estamos há anos luz de distância do favoritismo no Mundial de LoL. O caminho pela frente neste Worlds é extremamente difícil e até desanimador, se olharmos para o histórico do Brasil em competições internacionais. Para piorar a situação, ainda caímos no "grupo da morte" com Coreia do Sul e Turquia.

Utilizando-se minimamente da razão, qualquer um diria que Royal Youth e DAMWON Gaming disputarão entre si a vaga para a próxima fase. Até mesmo eu diria isso. Porém, essa tese tem um pequeno problema: o Flamengo nunca foi o time da razão... Digo isso porque nós desafiamos a lógica e o regulamento de qualquer torneio do mundo. Não existe competição que o Flamengo não entre em campo com um jogador a mais, também conhecido como Nação Rubro-Negra. O Flamengo não se encaixa nos padrões, ele sempre foi fora da curva.

O Flamengo é gigante e a torcida sabe disso. Se apequenar diante dos maiores adversários nunca fez parte do DNA preto e vermelho. Quando Felipe "brTT" Gonçalves gritou "vem Coreia" após descobrir que enfrentaria o oponente mais difícil de todos nesta etapa, ele não estava sendo prepotente, tampouco irônico. Estava sendo flamenguista. Pois ele sabe o que é ser um.

Mesmo que a torcida já seja a maior do mundo, espero que ela esteja ainda maior neste torneio. Equipes brasileiras do CBLoL e também do Circuito Desafiante já declararam apoio incondicional ao Flamengo neste mundial. Esta é uma oportunidade não só de apoiar o cenário local, mas também de viver uma experiência única, como disse um dos maiores dramaturgos da história do Brasil e torcedor fanático do Fluminense - outro grande rival do Flamengo -, Nelson Rodrigues: "O sujeito que não for pelo menos um dia Flamengo não viveu. O Flamengo é uma força da natureza".

Como disse no começo deste texto, já foi um sonho realizado o Flamengo ter entrado para o esport. Vê-lo campeão do Brasil e representando o país no Mundial é ainda mais surreal. Mas nós queremos mais. Sempre mais. BrTT, Shrimp, Goku, Luci e Robo, apenas peço raça. Isso aqui é Flamengo e o impossível não existe. O amor e a paixão ficam por nossa conta. Neste período do Worlds 2019, se apoiem à vontade nos 40 milhões de apaixonados que estarão com vocês.

Pra cima deles Flamengo!

Foto: Fla Esports/Reprodução
Foto: Fla Esports/Reprodução
Mais notícias
LoL: Riot envia cartas escritas à mão para jogadores com Honra 5
League of Legends

LoL: Riot envia cartas escritas à mão para jogadores com Honra 5

Comemorando o aniversário de 10 anos de League of Legends
Matheus Oliveira
LoL: Suporte criado por fã seria o pesadelo da rota inferior
League of Legends

LoL: Suporte criado por fã seria o pesadelo da rota inferior

As'Fa, a Soberana da Tempestade, é uma arraia gigante de Shurima
Helena Nogueira
Legends of Runeterra: Decks usados por streamers brasileiros no card game do LoL
Legends of Runeterra

Legends of Runeterra: Decks usados por streamers brasileiros no card game do LoL

Inspire-se em Mit, Ness e mais personalidades do cenário para arrasar nas partidas
Matheus Oliveira