League of Legends

Mundial de LoL 2019: As chances do Flamengo contra a DAMWON e Royal Youth no Play-In

Em nossa análise, colocamos os rubro-negros frente a frente aos adversários
@luccabucks
Matheus de Lucca
é reporter no Versus.
Primeiro jogo do FLA acontece em 3 de outubro | Foto: Riot Games/Reprodução
Primeiro jogo do FLA acontece em 3 de outubro | Foto: Riot Games/Reprodução

O Mundial de League of Legends 2019 está cada vez mais perto de começar. O Flamengo, representando o Brasil, jogará a Fase de Entrada contra os sul-coreanos da DAMWON Gaming e contra os turcos da Royal Youth, valendo uma vaga no evento principal do Worlds. Nesta análise, colocamos os rubro-negros frente a frente com os adversários com números e dados para avaliarmos as chances da equipe avançar no campeonato.

Leia mais

Você também pode conferir este conteúdo no vídeo abaixo:

DAMWON Gaming

A DAMWON teve uma temporada respeitável na LCK em 2019. A equipe veio da segunda divisão e chegou desbancando veteranas como a KT Rolster, Gen.G e até a SKT. Nesse segundo split o time terminou a etapa regular na segunda posição da tabela e, teoricamente, eles estavam prontos pra garantir o seed 2 da Coreia… se não fosse pela SKT com o famoso buff dos playoffs. Mesmo assim, a equipe conseguiu a vaga para o Worlds por meio das Finais Regionais ao derrotar a Kingzone Dragon numa série apertada por 3 a 2.

O time pode ser considerado uma caixinha de surpresas. O estilo de jogo é focado na parte superior do mapa e quem faz a roda girar para eles é o caçador Kim "Canyon" Geong-bu. Aliás, ele foi eleito MVP da LCK nesse último split. Canyon gosta de dar vantagens para o top laner Jang "Nuguri" Ha-gwon - é comum que ele seja o membro com mais ouro no time, além de ser o que acaba causando mais dano na partida. Seus principais campeões são carries como Jayce, Camille e Vladimir.

Veja na galeria abaixo as estatísticas dos jogadores da DAMWON:

1/5
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano

Com isso em mente, o embate entre Nuguri e Leonardo "Robo" Souza promete ser explosivo. O top laner brasileiro também é conhecido por jogar com carries como Irelia, Camille e Gangplank e Robo é uma das maiores fontes de dano do Flamengo. Se olharmos para as estratégias do rubro negro contra a INTZ na final do CBLoL, vemos um maior foco nas solo lanes, que realmente fizeram a diferença, mas talvez bater de frente diretamente contra a dupla de Nuguri e Canyon não seja a melhor opção. O Flamengo pode optar por jogar pelo outro lado do mapa - sabemos que Felipe "brTT" Gonçalves está treinando com escolhas diferenciadas para a rota inferior, como Syndra e outros magos, então uma maneira de tentar contornar a DAMWON seja jogando pela bot lane.

Os sul-coreanos têm uma bot lane sólida, mas Sin "Nuclear" Jeong-hyeon e Cho "BeryL" Geon-hee definitivamente não são grandes estrelas. É possível que brTT e Han "Luci" Chang-hoon consigam jogar de igual para igual e, a partir disso, o Flamengo tente rodar o mapa em torno do dragão e plays pela bot lane, deixando Robo com a pressão de segurar Nuguri.

Tudo também vai depender dos picks. Se o Flamengo conseguir um draft que favoreça o 2v2 no topo, tentar neutralizar o top laner sul coreano é uma alternativa eficaz, mas certamente a tarefa mais difícil.

Veja na galeria abaixo as estatísticas dos jogadores do Flamengo:

1/5
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano

Royal Youth

A Royal Youth teve uma temporada regular praticamente perfeita na segunda etapa, lembrando bastante o próprio desempenho do Flamengo no primeiro split - líder isolada e dominância nos playoffs, derrubando a SuperMassive na final por 3 a 2 para chegar ao Play-In do Worlds.

A equipe turca conta com dois sul-coreanos na line-up e também depende muito do jungler pra fazer o jogo acontecer, mas dá certo foco para o atirador Na "Pilot" Woo-hyung, jogador que acaba tendo a maior média de dano e ouro da Royal Youth - e não é para menos, afinal, o pro player era da Jin Air e disputou a LCK por muitos anos.

O suporte Baris "Tolerant" Çepnioglu, junto do caçador Can "Closer" Çelik, tenta sempre viabilizar o jogo de Pilot. O problema desse time pode surgir caso as táticas do jungler não deem muito certo. BrTT e Luci em uma lane de pressão no early podem forçar os inimigos a convergir na parte inferior do mapa, deixando Robo livre para jogar agressivo e tentar conquistar vantagens no topo contra Irfan "Armut" Berk.

Esse confronto certamente promete, afinal, temos uma grande rivalidade com os turcos e é por meio desses jogos que os brasileiros podem conseguir, ao menos, o segundo lugar do grupo para avançar para os playoffs da Fase de Entrada.

Veja na galeria abaixo as estatísticas dos jogadores da Royal Youth:

1/5
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano
Arte: Rodrigo Cipriano

No fim das contas, o mais provável é que o Flamengo consiga avançar por meio dos jogos contra a Royal Youth, mas um susto nos coreanos da DAMWON não está fora de cogitação. O maior inimigo certamente será a pressão e a expectativa de bom desempenho. Os rubro negros caíram em um dos grupos mais difíceis do Play-In, diferente do que aconteceu com os representantes brasileiros nos últimos anos. Pode ser que esse desafio seja um grande motivador.

O primeiro jogo do FLA no Worlds acontece em 3 de outubro, contra a DAMWON. Para o calendário completo de jogos dos brasileiros, clique aqui.

Será que agora vai, Brasil? Comente abaixo as suas expectativas e previsões para o Mundial de LoL 2019.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
LoL: Falkol anuncia contratação Chawy como técnico
League of Legends

LoL: Falkol anuncia contratação Chawy como técnico

Coach jogou pela Taipei Assassins, ahq eSports e HK Attitude
Matheus de Lucca
LoL: All-Star 2019 teve a menor audiência desde 2016
League of Legends

LoL: All-Star 2019 teve a menor audiência desde 2016

Pico de audiência não alcançou os 300 mil espectadores simultâneos
Lucas Hagui
LoL: Brtt anuncia retorno à Pain Gaming
League of Legends

LoL: Brtt anuncia retorno à Pain Gaming

Atirador deixou a equipe em 2016
Beatriz Coutinho