League of Legends

Mundial de LoL: "Não acho que os times realmente nos respeitem aqui fora", diz Maestro

INTZ está no Grupo A do Worlds 2020
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho

Maestro, técnico da INTZ, acredita na classificação do time para a Fase de Grupos do Mundial 2020 | Foto: Riot Games/Reprodução
Maestro, técnico da INTZ, acredita na classificação do time para a Fase de Grupos do Mundial 2020 | Foto: Riot Games/Reprodução

A INTZ está no Grupo A da Fase de Entrada do Mundial 2020 de League of Legends. Após o sorteio de equipes do Worlds, o Versus conversou com Lucas "Maestro" Pierre, técnico da INTZ, sobre a chave do time, na qual também estão as equipes Team Liquid, MAD Lions, Legacy Esports e Papara Supermassive.

"Temos chance de nos classificar se nos prepararmos bem pra cada um", comentou o treinador, que acredita na força das séries melhores de cinco jogos (md5) de seu time, já que segundo ele, os adversários não costumam saber muito sobre a INTZ. "Não acho que os times realmente nos respeitem muito aqui fora no quesito preparação".

Leia mais:

De acordo com Maestro, o Grupo A do Mundial é bem equilibrado. "O time mais 'fraco' no papel pode ganhar do mais 'forte' em uma MD1 com tranquilidade. Isso vale para nós, podemos vencer e perder de qualquer um. Tanto a Legacy quanto a Liquid apresentam um jogo mais devagar, enquanto MAD Lions e Supermassive vão exigir que façamos um excelente início de jogo, já mais frenético", explicou o treinador.

Durante a Fase de Entrada, cada time enfrenta as outras equipes de seu grupo uma vez em série md1. Os primeiros colocados de cada chave avançam para a Fase de Grupos, enquanto os últimos são eliminados.

Os terceiros e quartos colocados se enfrentarão em uma md5, na qual o perdedor será eliminado do Mundial e o vencedor enfrentará o segundo colocado do grupo oposto ao seu em uma md5. Os vencedores destas séries seguem para a Fase de Grupos.

Caso a INTZ fique no 3º ou 4º lugar do Grupo A, pode jogar com alguma das equipes do Grupo B: LGD, PSG Talon, V3 Esports, Unicorns of Love e Rainbow7, dependendo da classificação delas. Segundo Maestro, esses são os times "mais explosivos do Play In".

"Acredito que os adversários mais possíveis numa eventual MD5 seriam a UOL (nossa antiga rival VEGA) ou PSG Talon. Eles possuem nível individual melhor que V3 e R7, e devem ser fortes candidatos a disputar liderança com a LGD. Ainda assim, vejo a equipe chinesa como a melhor dessa fase. Não tenho preferência por adversários, mas já conhecemos um pouco melhor a UOL de tempos anteriores".

Envy, Micao e RedBert durante final do 2º split do CBLoL 2020 | Foto: Riot Games/Reprodução
Envy, Micao e RedBert durante final do 2º split do CBLoL 2020 | Foto: Riot Games/Reprodução

A força da INTZ em séries md5 é muito reconhecida no Brasil. Ao ser questionado sobre a possibilidade de abusar dessa força caso a INTZ chegue em uma md5 e dos adversários saberem deste ponto forte, Maestro é direto.

"Não acho que os times realmente nos respeitem muito aqui fora no quesito preparação. Tive essa sensação no MSI 2019, quando os adversários não faziam muita ideia de nossas forças. Acho que nossa força em md5 pode, sim, ser útil aqui, ainda mais contra equipes que são mais previsíveis, mas antes precisamos focar em ganhar algumas md1".

Em 2019, a INTZ chegou nas finais do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) no esplits, ambas foram decisões contra o Flamengo. Na primeira fase do torneio, quando o time venceu e se classificou para o MSI, foi bastante criticado pela torcida brasileira, que argumentava dizendo que o Flamengo era uma equipe melhor preparada para disputar o campeonato internacional. Quando a INTZ apresentou uma campanha ruim no torneio, a repercussão de comentários foi ainda pior.

Em 2020, embora um ou outro comentário sobre a paiN de Felipe "brTT" Gonçalves tenha sido feito, a cobertura da mídia sobre a evolução dos intrépidos nas ranqueadas do "super servidor" chinês está animando muitos torcedores nas redes sociais.

Quando questionado se isso fez com que a INTZ recebesse menos comentários de ódio e se aos olhos do público essa é a prova de que o time possui capacidade de representar o Brasil internacionalmente, Maestro disse como enxerga essa situação.

"É bom deixar claro que, para mim, o significado de representar o Brasil é dar nosso máximo e sermos os melhores possíveís. Isso eu garanto que todos estão fazendo. Acho que toda a cobertura que a mídia vem fazendo das filas ranqueadas dos jogadores tem trazido mais positividade e apoio, então desde já agradeço muito. O tom de como estamos sendo tratados também se amenizou, o que nos dá mais tranquilidade para trabalhar. Espero que essa tendência pegue e que também continuem apoiando os jogadores em uma eventual eliminação, seja em qual fase for".

INTZ de 2019 teve a pior campanha brasileira em um MSI | Foto: Riot Games/Reprodução
INTZ de 2019 teve a pior campanha brasileira em um MSI | Foto: Riot Games/Reprodução

Esta não é a primeira vez que Maestro ressalta a importância do apoio da torcida brasileira, independente de qual time vá representar o Brasil em torneios internacionais. Durante a coletiva de imprensa do 2º split do CBLoL 2020, o técnico da INTZ falou sobre o assunto ao ser questionado sobre qual seria a preparação psicológica da INTZ para o Mundial.

"É difícil responder essa pergunta sem ficar meio bravo. Porque esse negócio de hate da torcida é um negócio que eu não engulo até hoje, principalmente sobre escolher [time] preferido, eu acho que se o seu time não vai, você pode não torcer, mas se você é brasileiro, você tem o mínimo de função de apoiar quem está lá representando sua bandeira. Não vamos para lá nos divertir, vamos para tentar representar da melhor forma. Eu já falei ano passado, nesse ano, tem que apoiar quem for. Se a paiN tivesse ganhado hoje, apoiaríamos ele igual apoiamos o Flamengo no ano passado. Se estamos fazendo o possível e nos esforçando, pedindo, e dando exemplo toda vez, não tem motivo para agirem dessa maneira o tempo todo. [...] Esporte não é sobre isso. [...] Só queremos espalhar amor e dedicação, o que a gente faz aqui é dar o nosso sangue todos os dias e mostrar para as pessoas como é amar a profissão que exercemos".

O Mundial 2020 de League of Legends acontece entre 25 de setembro e 31 de outubro em Xangai, na China. Saiba em quais datas cada fase do torneio será disputada e os horários de cada uma delas.

Entre a Fase de Entrada e as semifinais do torneio, a disputa acontecerá no Shanghai Media Tech Studio, enquanto a grande final será realizada no Pudong Football Stadium. Vale lembrar que o Vietnã não participará do Mundial 2020 devido à pandemia de Covid-19.

No vídeo acima você confere a entrevista da INTZ após vencer a paiN por 3 a 1 na grande final do 2º split do CBLoL 2020.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
League of LegendsINTZ
Mais notícias
Mundial de LoL: "É frustrante, não vim aqui passear", diz Tay sobre estreia em Mundiais
League of Legends

Mundial de LoL: "É frustrante, não vim aqui passear", diz Tay sobre estreia em Mundiais

O jogador da INTZ não está satisfeito com sua primeira experiência no Worlds
Jairo Junior
LoL: INTZ enfrenta SuperMassive e perde a terceira seguida no Worlds 2020
League of Legends

LoL: INTZ enfrenta SuperMassive e perde a terceira seguida no Worlds 2020

Brasileiros são os únicos do grupo sem vitória
Jairo Junior
Mundial de LoL: Nicks e elos dos jogadores da INTZ nas ranqueadas chinesas
League of Legends

Mundial de LoL: Nicks e elos dos jogadores da INTZ nas ranqueadas chinesas

Intrépidos disputarão o Worlds 2020 de League of Legends
Beatriz Coutinho