"E era só um joguinho..."

O progresso do mercado de eSports está ainda mais evidente, onde estudos realizados por universidades e empresas enaltecem o verdadeiro potencial de negócio da área, que tem uma estimativa de faturar US$ 906 milhões somente em 2018.

Veja mais:

Uma pesquisa sobre o faturamento dos esportes eletrônicos em 2017 foi lançado recentemente pela Newzoo - empresa de pesquisa sediada na Holanda e especializada em análise de mercado -, no qual o cenário competitivo mostrou uma taxa incrível de crescimento, com elevação anual de 33%.

O mercado de eSports arrecadou US$ 655 milhões em 2017, dinheiro arrecadado dos setores de direitos de mídia, publicidade, patrocínios, ingressos, mercadorias e taxas arrecadadas pelas publishers - sendo que, deste valor total, 71,5% da receita foi destinada apenas a direitos de mídia, publicidade e patrocínios.

O que mais surpreende são as estimativas para o próximo ano, onde a China e a América do Norte devem gerar 56% de todo o faturamento anual, que tem uma previsão de crescimento de 38,2% e tende a alcançar US$906 milhões.

A Newzoo também apresentou que, em 2018, cerca de 50% dos entusiastas de eSports serão da região Ásia-Pacífico.

O notório avanço deste mercado trouxe grandes acordos em 2017, como a exclusividade de transmissão de alguns projetos da ESL no Facebook e empresas de grandes nomes investindo no meio. A eclosão do mercado - tanto de games, quanto de eSports - segue constante e, segundo as estimativas, parece não ter fim.


Felipe Cardoso é analista do Versus. Siga-o no Twitter em @felpyyy.

Tags Relacionadas
ComunidadeMercadoeSports