League of Legends

LoL: UFABC Storm vence UFRJ Minerva e é campeã do Desafio UniLoL

Confronto entre Rio e São Paulo terminou bem para os paulistas
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
é reporter no Versus.
UFABC Storm | Imagem: Riot Games
UFABC Storm | Imagem: Riot Games

Confirmando sua hegemonia no cenário universitário de League of Legends, a UFABC Storm é a grande campeã do Desafio UniLoL 2018, torneio que reuniu quatro equipes universitárias. O time paulista garantiu o título após vencer a UFRJ Minerva por 3 a 0, levando a melhor no confronto entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Leia mais:

Na primeira partida da série melhor de cinco jogos (md5), a UFABC Storm não teve dificuldades para vencer a Minerva rapidamente. Em 16 minutos os paulistas da Storm garantiram a destruição do Nexus adversário. A vantagem foi garantida por meio de ótimas rotações que renderam muitos abates, além do grande dano que a equipe carregava.

O destaque da partida foi dado pelo pro player Carlos "Nappon" Rücker ao caçador Pedro “Closer” de Paula, que terminou a partida 6/1/8 com seu Kindred.

Já no segundo jogo a UFRJ Minerva começou a partida muito bem, garantindo muitos abates, mas do outro lado do rio, a Storm estava derrubando uma torre atrás da outra. Aos poucos, os paulistas se recuperaram na partida e depois de conseguirem derrotar o Barão, conseguiram a vantagem necessária para deixar a Minerva acuada e vencer o jogo.

No último jogo, a partida se manteve bastante acirrada no início, com ambas as equipes buscando a vitória a qualquer custo. A Minerva chegou a ter vantagem em abates e torres, mas uma luta próxima ao covil do Dragão deu a Storm o poder que ela precisava para sair na frente. Em seguida o jogo voltou a ficar igualado, mas logo a Storm derrotou o Barão e obteve vantagem para finalizar o jogo, vencendo por 3 a 0.

A UFABC Storm é muito conhecida no cenário universitário de League of Legends por ter vencido diversos torneios. A equipe foi campeã de todos os splits do Torneio Universitário de Esports (TUES) desde a 2ª etapa de 2016 e também venceu o Desafio UniLoL 2017, que aconteceu na Brasil Game Show.

Fazem parte da equipe os estudantes Leonardo “Sidera” Pironccelli, Pedro “Closer” de Paula, Gabriel “Raposa” Ribeiro, Matheus “Matzera” Chagas, Marcos “Turibulus” Oliveira, Vinícius “Lwz” de Morais e Eduardo “Dudu” Ueno.

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
LoL: Como seriam os nomes dos campeões se eles fossem brasileiros
League of Legends

LoL: Como seriam os nomes dos campeões se eles fossem brasileiros

Lux seria Luciana e Vayne com certeza seria Vanessa
Beatriz Coutinho
LoL: Faker seria um chefe rigoroso de acordo com seu gameplay de Startup Company
League of Legends

LoL: Faker seria um chefe rigoroso de acordo com seu gameplay de Startup Company

Com certeza o pesadelo de qualquer funcionário
Helena Nogueira
Legends of Runeterra: Decks para usar depois da atualização 0.9.0
Legends of Runeterra

Legends of Runeterra: Decks para usar depois da atualização 0.9.0

O meta ainda está se estabelecendo, mas já há listas que prevalecem
Matheus de Lucca