League of Legends

LoL: Riot Games exige demissão de acionista racista da Echo Fox

A empresa recebeu o prazo de 60 dias
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira
Rick Fox é um dos donos da organização norte-americana que participa de cenários de League of Legends, Call of Duty, jogos de luta e mais. | Foto: LCS/Reprodução
Rick Fox é um dos donos da organização norte-americana que participa de cenários de League of Legends, Call of Duty, jogos de luta e mais. | Foto: LCS/Reprodução

A Riot Games se pronunciou sobre o caso de racismo dentro da Echo Fox, exigindo que o responsável seja demitido da empresa. A desenvolvedora de League of Legends ainda alertou a organização sobre punições contra a sua equipe.

Leia mais:

De acordo com a publicação da Riot Games, os comentários feitos pelo acionista quebram as regras da LCS (liga norte-americana de League of Legends). Segundo a empresa, um comunicado foi direcionado à organização, que terá o prazo de 60 dias para demitir o funcionário. Ainda disso, também foram impostas punições sobre a a equipe de LoL da Echo Fox caso a companhia não tome as ações exigidas.

"Estamos trabalhando com nível máximo de urgência para remover o investidor da Echo Fox. Nosso prazo sempre foi menor do que o exigido pela Riot Games, com quem estivemos em comunicação próxima. Diversidade sempre foi a porta de entrada e um ponto de orgulho para a Echo Fox desde a nossa criação e compartilhamos a vontade de apagar a intolerância dos esports da Riot. Esta é uma companhia feita por uma equipe incrível, jogadores talentosos, fãs dedicados e donos focados. Nós passaremos por cima desses desafios e nos tornarmos mais fortes com eles", diz o tuíte.

O caso veio à tona em 25 de abril, quando um dos donos da empresa, Rick Fox, anunciou sua saída da organização dada a circunstância. De lá para cá, o ex-jogador profissional de basquete disse que pode permanecer na companhia caso o acionista seja retirado.

A nova campeã de League of Legends, Yuumi, acabou de chegar ao game e você pode conferir no vídeo acima o que o pro player Hugo "Dioud" Padioleau achou da personagem.

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
League of LegendsMercado
Mais notícias
Mundial de LoL: Nicks e elos dos jogadores da INTZ nas ranqueadas chinesas
League of Legends

Mundial de LoL: Nicks e elos dos jogadores da INTZ nas ranqueadas chinesas

Intrépidos disputarão o Worlds 2020 de League of Legends
Beatriz Coutinho
LoL: Projeto Valkirias e Girls Arena treinam mulheres que querem ser pro players
League of Legends

LoL: Projeto Valkirias e Girls Arena treinam mulheres que querem ser pro players

Saiba onde encontrar ajuda para se tornar uma jogadora profissional
Beatriz Coutinho
Mundial de LoL: Referências de Take Over, música tema do Worlds 2020
League of Legends

Mundial de LoL: Referências de Take Over, música tema do Worlds 2020

Quantas referências você conseguiu achar sozinho?
Beatriz Coutinho