Esports

LoL ou CS? Veja quais são os 10 games preferidos pelos brasileiros na Twitch

Qual jogo você mais assistiu?
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
é reporter no Versus.
© Reprodução
© Reprodução

A Twitch divulgou nesta quarta-feira (7) quais são os dez jogos mais assistidos por brasileiros na plataforma de transmissões online.

Leia mais sobre eSports:

Acompanhando desde torneios até streamers, quais jogos você prefere assistir no site e pra qual jogo vai seu palpite de campeão? League of Legends? Counter-Strike: Global Offensive? Uma dica: todos os jogos são eSports.

Veja a lista:

  • 1º - League of Legends
  • 2º - Counter-Strike: Global Offensive
  • 3º - PlayerUnknown's Battlegrounds
  • 4º - Dota 2
  • 5º - Hearthstone
  • 6º - IRL (In Real Life)
  • 7º - Overwatch
  • 8º - FIFA 18
  • 9º - Rainbow Six: Siege
  • 10º - H1Z1: King of the Kill

Além disso, o esportes eletrônicos também atingiram números grandiosos na plataforma. A grande final da ELEAGUE Major de CS:GO alcançou mais de 1 milhão de espectadores simultâneos em um único canal, e o jogador tricampeão mundial de LoL, Lee "Faker" Sang-hyeok, teve 245 mil viewers em apenas uma de suas transmissões.

Quais são as suas apostas para 2018? Será que com o sucesso de PUBG, o Battle Royale passará na frente do LoLzinho?

Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-a no Twitter.

Mais notícias
DreamHack Rio 2020 não está nos planos da organizadora, revela calendário oficial
Esports

DreamHack Rio 2020 não está nos planos da organizadora, revela calendário oficial

O Brasil não está incluso na rota para o ano que vem
Matheus de Lucca
Pesquisa revela diferença entre visão de pro players e de jogadores amadores
Esports

Pesquisa revela diferença entre visão de pro players e de jogadores amadores

Profissionais são muito mais focados no alvo
Lucas Hagui
Sem apresentar fonte, campanha do Governo sugere que games online reduzem atividade cerebral
Esports

Sem apresentar fonte, campanha do Governo sugere que games online reduzem atividade cerebral

Vídeo faz parte de projeto do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos
Beatriz Coutinho