League of Legends

LoL: Justiça brasileira nega recuperação de conta banida por prática de elojob

Jogador ainda foi condenado a pagar os custos do processo e dos advogados
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.
© Reprodução
© Reprodução

De acordo com o Portal do Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, um jogador de League of Legends abriu um processo contra a Riot Games, desenvolvedora do game, para recuperar sua conta no jogo.

A conta em questão, foi banida porque o jogador havia praticado elojob com ela, ou seja forneceu seu login para outros usuários a fim de que esses alcançassem níveis e pontuações maiores e melhores para ele.

Além disso, o jogador também exigiu Restituição de Valores e Danos Morais, alegando ser usuário do game desde 2012 e ter gasto R$ 1.725 mil com produtos dentro do jogo.

Como réu do processo (parte acusada), a Riot Games precisava provar que o jogador havia cometido o elojob, e de fato provou.

"O réu juntou aos autos extratos de acesso à conta do demandante onde é possível observar o login da referida conta em locais diferentes do mundo em curto lapso temporal, o que seria materialmente impossível, pelo que se infere que realmente ocorreu o compartilhamento dos dados cadastrais do usuário demandante para terceiros, evidenciando-se a prática”, afirmou Herval Sampaio, juiz titular da 2ª Vara Cível da Comarca.

Ainda ficou comprovado que o jogador teve a conta banida por duas semanas, pelo mesmo motivo, em 2015.

Dessa maneira, a Riot venceu o processo e a conta do jogador não será restaurada.

Além disso, o player foi condenado a pagar os custos do processo e dos advogados da Riot.


Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
LoL: Designer elabora tênis inspirado no Mundial 2019, com detalhes da Louis Vuitton
League of Legends

LoL: Designer elabora tênis inspirado no Mundial 2019, com detalhes da Louis Vuitton

A caixa do modelo ilustrado também segue o tema do Worlds
Barbara Gutierrez
Projeto FalleN and Friends busca inclusão de deficientes físicos nos esports
CS:GO

Projeto FalleN and Friends busca inclusão de deficientes físicos nos esports

A iniciativa era chamada anteriormente de Juntos Somos Mais Fortes
Matheus Oliveira
Superliga LoL: OPK perde de W.O por não cumprir regras da competição
League of Legends

Superliga LoL: OPK perde de W.O por não cumprir regras da competição

Ao que tudo indica, jogadores não tinham conta do servidor de torneios
Barbara Gutierrez