LoL: Invictus Gaming brilha, vence Fnatic e é campeã do Mundial 2018

IG praticamente não teve dificuldades para conquistar o título
Imagem: Riot Games

A equipe chinesa Invictus Gaming é a grande campeã do Mundial 2018 de League of Legends. Após vencer os europeus da Fnatic por 3 a 0, os jogadores da IG conquistaram o título de melhores do mundo, além do grande troféu do campeonato e aproximadamente US$ 800 mil.

Leia mais:

A primeira partida da série final do Mundial começou com first blood da Invictus Gaming em cima da Fnatic, aos 10 minutos de jogo, quando a Camille de Gao "Ning" Zhen-Ning ultou muito bem na Irelia de Rasmus "Caps" Winther. Aos 13 minutos, a IG já pressionava tanto a FNC que os jogadores limparam toda a rota do meio de uma vez só.

Por volta dos 22 minutos, a Fnatic tentou atrapalhar a execução de Barão da IG, mas falha e só aumenta o poder da adversária na partida, que voltou para a base e fez um Dragão antes de garantir o buff. Com a vantagem necessária em mãos, a Invictus destruiu a base da Fnatic rapidamente e além do Nexus, a Kai'Sa de Yu "JackeyLove" Wen-Bo também garantiu um quadra kill.

Jogadores da Invictus Gaming | Imagem: Riot Games

No segundo jogo da md5 mostrou mais uma vez uma efetividade agressiva. Fazendo pressão nas três rotas, a IG continuou diminuindo a Fnatic dentro de Summoner's Rift, e aos 18 minutos uma grande luta começou na rota do meio, e o que parecia ser ruim para a Invictus acabou terminando de forma feliz: após tentar atacar a IG, a Fnatic conseguiu separar a equipe e tinha tudo para vencer o confronto, mas não deu conta da tarefa e foi perseguida e abatida pela IG.

Aos 27 minutos, a Fnatic foi fazer o Barão já que a IG estava ocupada na rota inferior. Os europeus destroem o monstro enquanto a IG chega ao covil, e assim que o bônus é conquistado, a IG consegue matar a Fnatic inteira, que perde o buff. Aos 30 minutos, a Invictus tentou fechar o jogo, mas com desvantagem no número de jogadores, a equipe preferiu voltar para a base, destruindo o Nexus da Fnatic alguns minutos depois, aos 33 minutos.

Imagem: Riot Games

No terceiro e último jogo da final, a Fnatic começou a partida de maneira agressiva e presente, garantindo o primeiro abate, mas não demorou muito para a IG assumir o controle com o poder da Kai'Sa de JackeyLove.  Já com muita vantagem, a IG garantiu mais poder após uma boa luta na rota inferior, quando conseguiu um ace em cima da FNC. 

Aos 20 minutos, a Fnatic conseguiu roubar um Bartão da IG e ganhar tempo para respirar na partida, mostrando que estava viva no jogo. Mesmo sem barão, a IG tinha conquistou poder suficiente para vencer a partida e acabar de vez com a Fnatic.

Com a vitória por 3 a 0 em cima da Fnatic, a Invictus Gaming, composta pelos jogadores Lee "Duke" Ho-seong, Kang "TheShy" Seung-lok, Gao "Ning" Zhen-Ning, Song "Rookie" Eui-jin, Yu "JackeyLove" Wen-Bo e Wang "Baolan" Liu-Yi, conquistou o título de campeã mundial de League of Legends.

Apesar da derrota, a chegada da Fnatic à decisão do Mundial foi muito importante, por ser a primeira vez que uma equipe ocidental chegou à grande final do torneio depois de 7 anos. Em 2011, a Fnatic foi a grande primeira campeã mundial de LoL.

O Mundial 2018 aconteceu entre 1 de outubro e 3 de novembro, na Coreia do Sul. Durante a Fase de Entrada, o Brasil foi representado pela KaBuM, campeã do 2º split do CBLoL, que foi eliminada na mesma etapa, fazendo a pior campanha brasileira em um mundial de LoL. Neste ano, o torneio não contou com a participação da tricampeã mundial SK Telecom T1, que não conseguiu se classificar para a competição. Quer saber mais sobre o assunto? Confira o vídeo abaixo:

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo. 

Tags Relacionadas
League of Legends