League of Legends

LoL: Havan Liberty anuncia contratação de Halier e portugueses Raven e Slayer

Equipe disputa o Circuito Desafiante 2019 no 2º split
@helenavnogueira
Escrito por
Helena Nogueira
O jogador português Slayer. | Foto: Reprodução
O jogador português Slayer. | Foto: Reprodução

A Havan Liberty apostou em dois talentos internacionais e um nacional para sua equipe de League of Legends (LoL). A organização revelou por meio das redes sociais nesta terça-feira (21) a contratação do brasileiro Gabriel “Halier” Garcia, ex-KaBuM eSports, e dos portugueses Renato “Raven” Dimas e Nuno “Slayer” Moutinho. Os dois primeiros atuarão na organização como treinadores, enquanto o último representará o time como suporte.

Leia mais sobre LoL:

Halier está no competitivo do MOBA desde agosto de 2016. Em seu primeiro ano, atuou como treinador chefe dos times chilenos Dark Horse e Kaos Latin Gamers. No Brasil, foi contratado pela Operation Kino, Vivo Keyd e, em seguida, integrou a comissão técnica do time bicampeão do CBLoL em 2018. Ao lado dos jogadores da KaBuM, o técnico disputou o MSI e o Mundial. Porém, a equipe teve um desempenho aquém do esperado no 1º split de 2019, ficando fora dos playoffs do campeonato.

Ao lado de Halier, Raven atuará como treinador da Havan Liberty. O português coleciona passagens por times da Liga Portuguesa (LPLOL) e a Liga Turca (TCL) de LoL, como Hexagone eSports, Penguins, WarKidZ e-Sports e Bursaspor Esports.

Já seu conterrâneo, Slayer, de apenas 21 anos, desenvolveu a carreira apenas em Portugal, país no qual representou equipes como Alien Tech eSports, K1CK eSports Club e Grow uP eSports.

A janela de transferências do Circuitão foi encerrada nesta segunda-feira (20). Assim, a atual formação da Havan Liberty é composta por:

  • Bruno “Kennedys” Garcia (topo)
  • Gustavo “Name” Rodrigues (topo)
  • Marcos “Cariok” Oliveira (caçador)
  • Guilherme “Atlanta” Matos (meio)
  • Thales “Kales” Braga (meio)
  • Matheus “Sarkis” Guimarães (atirador)
  • Luiz “Flare” Lobo (atirador)
  • Nuno “Slayer” Moutinho (suporte)
  • Leonardo “Gyeong” Lima (suporte)
  • Lucas “k0ga” Godoy (suporte)
  • Evandro “Yaltz” de Cerqueira (treinador)
  • Gabriel “Halier” Garcia (treinador)
  • Renato “Raven” Dimas (treinador)

Com as pausas nas ligas regionais, times do mundo inteiro disputaram em maio o Mid-Season Invitational 2019 de LoL, torneio que acabou cedo para os brasileiros da INTZ, o que deixou os fãs decepcionados. No vídeo acima, o Versus te explica os motivos pelos quais o Brasil não manda bem em torneios internacionais de LoL.

Helena Nogueira é repórter no Versus. Siga-a em @helenavnogueira.

Mais notícias
Quem é Yone, possível próximo campeão de LoL?
League of Legends

Quem é Yone, possível próximo campeão de LoL?

Saiba mais sobre o irmão de Yasuo
Matheus de Lucca
LoL: Flamengo Esports terá novo gaming office na ON e-Stadium
League of Legends

LoL: Flamengo Esports terá novo gaming office na ON e-Stadium

É o primeiro fruto da parceria entre o rubro-negro e o complexo de esports
Jairo Junior
China suspende eventos esportivos internacionais até o fim do ano
Esports

China suspende eventos esportivos internacionais até o fim do ano

Não fica claro se a medida também afeta competições de esports
Matheus de Lucca