League of Legends

LoL: Fã cria skin assustadora de Jhin controlando Rakan e Xayah como marionetes

Tão lindo, mas tão aterrorizante
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

Todo mundo sabe que além de extremamente poderoso, Jhin é um dos campeões mais assustadores de League of Legends. Acostumado com a ideia de que a "arte requer uma certa crueldade", o personagem ficou ainda mais macabro nesta skin em que controla Xayah e Rakan como se eles fossem marionetes - uma ideia que é a cara do Jhin.

Leia mais:

Inspirado em uma fala de Jhin - "Eles são fantoches. Eu puxo suas cordas e eles dançam" -, o artista Crowned-Kings criou um conceito de skin para Xayah e Rakan chamado "Os Eternos Dançarinos", no qual Jhin os manipula do alto.

1/2
Foto: Crowned-Kings/Reprodução
Foto: Crowned-Kings/Reprodução
Foto: Crowned-Kings/Reprodução
Foto: Crowned-Kings/Reprodução

Na segunda foto da galeria, está outra imagem criada pelo artista, que mostra como seria a ultimate de Xayah com a skin sendo vista dentro do jogo. Xayah claramente tem cordas amarradas nos tornozelos e pulsos, mas não é possível ver quem a controla.

Assustador, não é mesmo? Quais outros campeões você gostaria de ver como fantoches de Jhin?

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
LoL: Final do Logitech G Challenge é definida e acontece neste sábado (8)
League of Legends

LoL: Final do Logitech G Challenge é definida e acontece neste sábado (8)

Saiba como acompanhar a decisão do torneio
Matheus Oliveira
CBLoL: Tabela, calendário, horários e mais
CBLoL

CBLoL: Tabela, calendário, horários e mais

Veja todos os detalhes atualizados sobre o 2º Split de 2020
Helena Nogueira
CBLoL: Santos é penalizado por conduta inadequada e perde dois bans na próxima partida
League of Legends

CBLoL: Santos é penalizado por conduta inadequada e perde dois bans na próxima partida

Devido à reincidência quádrupla, a organização também arca com multa de R$ 750
Matheus de Lucca