League of Legends

LoL: esA deixa paiN Gaming rumo à Havan Liberty

Mais movimentação no cenário competitivo
@luccabucks
Matheus de Lucca
é reporter no Versus.

Foto: Bruno Alvares/Riot Games
Foto: Bruno Alvares/Riot Games

A paiN Gaming revelou ainda mais mudanças para sua line-up de League of Legends: a saída do jogador Eidi "esA" Yanagimachi. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (4), seguido do anúncio de contratação do caçador sul-coreano Yoon "SeongHwan" Seong-hwan e da despedida do atirador Pedro "Matsukaze" Gama.

Leia mais

A paiN Gaming publicou um vídeo de despedida de esA, no qual o jogador agradece o apoio da torcida e diz que ainda disputará as partidas da Superliga ABCDE. Veja abaixo:

Ao que tudo indica, o destino do suporte é a Havan Liberty, que disputará o Circuito Desafiante 2020. A organização catarinense publicou um vídeo com o anúncio da contratação de Matheus "dyNquedo" Rossini, ex-KaBuM!, no qual esA aparece nos últimos segundos, o que sugere a presença do jogador na line-up.

esA joga League of Legends competitivamente desde 2013. Inicialmente, ele jogava na posição de atirador, com passagem por equipes como CNB, KaBuM! e Vivo Keyd. Quando passou a jogar de suporte, defendeu o Flamengo eSports e depois a paiN Gaming.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
Legends of Runeterra seguirá modelo de rotação com expansões
Legends of Runeterra

Legends of Runeterra seguirá modelo de rotação com expansões

Está sanada a dúvida: haverão rotações no jogo de cartas de LoL
Matheus Oliveira
LoL: Anúncio de data e local do MSI 2020 é adiado por conta do surto de coronavírus
League of Legends

LoL: Anúncio de data e local do MSI 2020 é adiado por conta do surto de coronavírus

O mundialito ainda não teve informações divulgadas
Matheus Oliveira
LoL: LCK cancela atividades de imprensa por conta de epidemia do coronavírus
League of Legends

LoL: LCK cancela atividades de imprensa por conta de epidemia do coronavírus

O alerta de ameaça na região já ocupa o nível mais alto possível
Matheus Oliveira