League of Legends

LoL: Em parceria com Riot Games, Circuito Desafiante será operado pela BBL

Pei!
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

Na última quarta-feira (12) os fãs de League of Legends receberam boas notícias: Em parceria com a Riot Games, a holding brasileira Bad Boy Leeroy (BBL) revelou que vai operar o Circuito Desafiante em 2019

Leia mais:

Segundo o anuncio, o torneio seguirá com o mesmo modelo dos anos anteriores, com as partidas da fase de grupos acontecendo online. A partir das semifinais que o campeonato será sediado na Arena BBL, com presença de torcida.

O Circuito começará em janeiro com seis equipes disputando por vagas no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL): Pain Gaming, Red Canids, Team One Esports, Operation Kino, Falkol e Havan Liberty Gaming.

"Encontramos na BBL uma empresa que nos impressionou muito positivamente com sua visão para o mercado brasileiro de esports, além de experiência de seus fundadores e equipe na organização de torneios, produção de conteúdo de alta qualidade e vontade de criar uma parceria mais forte com a Riot Games na gestão do Circuito Desafiante", diz Carlos Antunes, diretor de esports da Riot Games.

O calendário oficial do Circuito Desafiante 2019 será divulgado em breve.

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
League of LegendsMOBA
Mais notícias
Mayumi na Douyu: como assistir às lives na plataforma chinesa de streaming
League of Legends

Mayumi na Douyu: como assistir às lives na plataforma chinesa de streaming

A streamer de LoL conquistou centenas de milhares de seguidores em pouco tempo
Matheus Oliveira
Quem é Yone, possível próximo campeão de LoL?
League of Legends

Quem é Yone, possível próximo campeão de LoL?

Saiba mais sobre o irmão de Yasuo
Matheus de Lucca
LoL: Flamengo Esports terá novo gaming office na ON e-Stadium
League of Legends

LoL: Flamengo Esports terá novo gaming office na ON e-Stadium

É o primeiro fruto da parceria entre o rubro-negro e o complexo de esports
Jairo Junior