League of Legends

LoL: CEO da Isurus Gaming é afastado da CLS por comentários de ódio

Dono da organização está afastado da competição por três meses
@helenavnogueira
Helena Nogueira
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Riot Games anunciou na segunda-feira (19) a suspensão de Facundo "Kala" Calabró, CEO da organização argentina Isurus Gaming, da Copa Latinoamérica Sur 2018 (CLS), de League of Legends. O motivo da punição, que tem duração de três meses, foi um comentário feito pelo proprietário em seu Twitter, considerado pela desenvolvedora como discurso de ódio.

Leia mais:

O tuíte foi publicado em dezembro e, segundo Kala, consistia em "uma observação sobre os rumos tomado pelas ligas da América do Sul e Norte".

Em comunicado oficial, a Riot Games comentou o caso: "Existem cargos chaves que possibilitam que uma equipe de eSports cresça e se consolide. Essas pessoas têm um papel fundamental e, ao mesmo tempo, são responsáveis, como gestores ativos de nosso cenário. Isto inclui os proprietários das equipes de eSports, a quem esperamos que sejam exemplos quanto a esportividade".

Segundo a desenvolvedora, o comentário, que não divulgado, violou as seções 1.5 e 11.2.5 do regulamento do torneio.

Na quarta-feira (21), o dono da organização argentina publicou um comunicado formal em sua defesa. Ele explicou que o comentário se deu em momento de discordância entre a desenvolvedora e as equipes.

Pedindo desculpas, ele respondeu às críticas recebidas: “Minha intenção era separar as coisas, nada mais. Somos regiões diferentes, com culturas diferentes e para mim é evidente que seguimos de mãos dadas. É certo que eu nunca eu quis dizer que uma é melhor que a outra".

Com a punição, Kala está impedido de interagir diretamente com jogadores, treinadores e organizações de LoL e tem 15 dias para nomear um administrador para assumir a administração da Isurus. Durante o período de afastamento, ele também não poderá comparecer a nenhuma sessão oficial organizada pela Riot Games e nem estabelecer comunicação com a desenvolvedoras e suas filiadas.

Até o momento, a Isurus Gaming acumula sete vitórias e três derrotas na CLS, estando em 3º lugar na competição.



Helena Nogueira é redatora do Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
LoL: Echo Fox dispensa toda a line-up após perder vaga na LCS
League of Legends

LoL: Echo Fox dispensa toda a line-up após perder vaga na LCS

A organização não atendeu às exigências da Riot Games após caso de racismo envolvendo sócio
Beatriz Coutinho
LoL: Team Liquid e Cloud9 garantem vaga no Mundial 2019
League of Legends

LoL: Team Liquid e Cloud9 garantem vaga no Mundial 2019

Ambas as equipes se classificaram por chegar até as finais de LCS
Matheus Oliveira
LoL: Vivo Keyd anuncia contratação de line-up feminina
League of Legends

LoL: Vivo Keyd anuncia contratação de line-up feminina

As pro players estreiam nas qualificatórias do GIRLGAMER Esports Festival
Beatriz Coutinho