LoL: Conheça o Redemption eSports Porto Alegre, o primeiro time da categoria de base a ter GH

E tudo por causa de jogos de luta...
Mesmo antes de disputar o Circuito Desafiante, jogadores do clube contam com a mesma estrutura de times que estão no CBLoL. Imagem: Montagem/Siouxsie Rigueiras
Mesmo antes de disputar o Circuito Desafiante, jogadores do clube contam com a mesma estrutura de times que estão no CBLoL. Imagem: Montagem/Siouxsie Rigueiras

Altos salários, casas luxuosas, PCs de última geração e mimos são presentes na vida de pro players - entretanto, times das categorias de base ainda não vivem esta realidade... Por enquanto, já que uma equipe de Porto Alegre, chamada Redemption eSports, está prestes a mudar este cenário.

Leia mais:

Em novembro de 2017, nasceu o Redemption eSports Porto Alegre, resultado da paixão de dois primos pelos videogames. 

Angelo De Almeida Tellechea e Pedro Antonio Tellechea Sanchotene acompanhavam o cenário de jogos de luta desde cedo. O tempo passou, e os dois mudaram de gostos: Pedro criou um carinho especial pelo Counter-Strike, enquanto Angelo se apaixonou por League of Legends.

Assim, os sócios resolveram criar um time de LoL para competir a fase qualificatória do Circuito Desafiante.

Diferente de outras equipes do torneio, que às vezes não possuem estrutura necessária para jogar em alto nível, o Redemption entra para os eSports investindo pesado desde a categoria de base.

Para o técnico do time, Carlos "cariocA'' Sagrette (ex-Operation Kino eSports), é muito importante contar com apoio desde o início da carreira dos jogadores: "Ter toda uma estrutura com internet estável, todos juntos no mesmo lugar, acompanhamento de psicólogo e outros fatores estruturais são um diferencial enorme pra gente sair em vantagem, pois nos permite ter uma preparação muito melhor do que outras equipes."

De acordo com Angelo, foi uma surpresa entrar no cenário e descobrir que equipes consagradas passam por problemas estruturais - isso motivou a decisão de investir pesado nas categorias de base.

"Levamos o investimento a sério. Mesmo que o pensamento seja a longo prazo, a gente enxerga a estrutura que temos como o básico de como deveria ser", disse o dono da equipe.

Sonho antigo?


O sonho começou cedo para os primos. Imagem: Reprodução/Acervo Pessoal
O sonho começou cedo para os primos. Imagem: Reprodução/Acervo Pessoal

Tudo começou pelo amor aos jogos de luta. Segundo Angelo, a outra razão para investir no cenário foi o sonho não conquistado dos primos de se tornarem profissionais de esportes eletrônicos.

"Só nos faltou qualidade (risos). Então, ter uma equipe profissional ajuda a suprir essa vontade. A estrutura que oferecemos é o que gostaríamos de ter se fossemos jogadores profissionais."

A line-up da Redemption eSports Porto Alegre vive na gaming house há mais de dois meses e é composta por:

Paulo ''Balto'' Vinícius - Topo
Renan ''Kvrak'' Machado - Caçador
Alan ''Riva'' Rivabene - Meio
Reinaldo ''Kadaki'' Moraes - Atirador
Gabriel ''Hawk'' Gomes - Suporte  

Carlos "cariocA'' Sagrette - Técnico


Será que na segunda temporada do Circuito Desafiante 2018 veremos a força do Redemption nos campos de batalha de Summoner's Rift? Fique ligado no Versus para saber mais!



Siouxsie Rigueiras é jornalista no Versus e acredita fortemente que o futuro do CBLoL está no Circuito Desafiante, siga-a no Twitter. 

Tags Relacionadas
League of Legends