League of Legends

LoL: Brasileiro consegue bolsa de estudos nos EUA por habilidade no game

Thunderzin realizou o sonho de conciliar uma carreira nos esports com um diploma internacional
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior
Foto: Riot Games/Reprodução
Foto: Riot Games/Reprodução

O jovem brasileiro Fahbricio "Thunderzinho" Muller Alves Pereira, de 20 anos, conseguiu uma bolsa de estudos em uma faculdade nos Estados Unidos por conta da sua habilidade e conhecimentos em League of Legends (LoL). Nesta matéria, conheça mais de sua história e de como ele alcançou o sonho de conciliar uma rotina de treinos para se profissionalizar no game e conseguir um diploma internacional.

Leia mais:

Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Fahbricio é de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul e os jogos sempre foram um hobbie em sua vida. No começo, ele preferia os games de tiro em primeira pessoa (FPS) no console, mas foi apresentado ao LoL quando tinha cerca de 14. Quando começou a jogar o MOBA com mais frequência, seu espírito competitivo falou mais alto e suas intenções mudaram. A diversão ficou de lado e só o que importava era a vitória, com muito treino e estudo sobre League of Legends.

Com o tempo, a prática surtiu efeito. Thunderzinho começou a competir e logo conquistou alguns títulos regionais, em torneios realizados em sua cidade. Depois disso, ele também foi chamado para ser analista da Battalion E-Sports - uma equipe do tier 3 brasileiro - e foi campeão da Aorus League, em São Paulo.

No entanto, a sede de vitória não foi o bastante para que Thunderzinho continuasse sua carreira nos esports. Tarefas como os estudos e trabalho começaram a tomar mais de seu tempo, deixando pouco sobrando para o LoL. Ele pensou em desistir, mas enfim achou uma saída: "Depois que vi um brasileiro indo para os Estados Unidos jogar LoL, comecei a pesquisar mais para me inteirar do assunto".

O primeiro passo que o jogador tomou foi realizar o TOEFL iBT - prova que avalia a capacidade de fala e compreensão do inglês a nível universitário. Em seguida, ele procurou uma empresa que pudesse ajudá-lo com toda a documentação necessária para uma imigração.

Thunderzinho então encontrou a instituição Missouri Valley College - e o treinador do time de League of Legends de lá. Os contatos inciais foram via e-mail e evoluíram para o Discord. "No começo o diálogo era mais para ele saber quem eu era. Depois nos falamos bastante no Discord e ele passou a me conhecer melhor. Também foram feitas algumas análises, tanto do meu perfil como pessoa quanto o de jogador, pelo site op.gg".

Toda a luta e a insistência renderam frutos. Ele conseguiu a documentação que precisava, a aprovação da faculdade para uma bolsa de 70% e o aval do treinador da equipe de LoL da universidade. "Fiquei muito feliz, pois é a realização de um sonho. Pela primeira vez vou conseguir focar no jogo e ao mesmo tempo fazer faculdade em uma rotina montada propriamente para ambos darem certo".

1/2
Foto: Aorus League BR
Foto: Aorus League BR
Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Mesmo com a conquista, a guerra ainda não acabou. O jogador estima que gastou em torno de R$ 10 mil iniciais para que a mudança pudesse acontecer, contando visto, passagem e a tradução de todos os documentos exigidos para imigração.

"O apoio da minha família foi fundamental, pois eles tiraram dinheiro de todos os lugares que puderam para me ajudar a seguir meu sonho", reconhece o jogador. "Eu também corri muito atrás e fui vender rifas e almoço no final de semana".

Agora, a luta é se manter na faculdade. De acordo com ele, os gastos são de pelo menos US$ 5 mil (aprox. R$ 20 mil) por semestre em despesas básicas e de educação. Dentre os gastos estão a moradia, comida e o restante da mensalidade da faculdade.

Thunderzin busca patrocínios que possam ajudá-lo financeiramente, em troca de conteúdo como transmissões ao vivo, vídeos em um canal no Youtube e também no Instagram, contando seu dia a dia. Tudo isso aliado às aulas diárias, aos treinos com o time - três vezes por semana - e às partidas oficiais uma vez por semana na liga universitária.

Sonhador, o jogador mira sempre alto. Ele está "unindo o útil ao agradável" - como disse em suas próprias palavras - e já pensa tanto na carreira do curso que escolherá, quanto em seu futuro dentro do próprio League of Legends, seja como jogador ou treinador.

"Se você quer seguir os mesmos passos que eu, não perca tempo. Faça a prova TOEFL iBT, procure uma empresa que entenda de documentação, mande e-mail para as faculdades com a nota do seu teste e persiga seu sonho. Venda rifa, bala, almoço, faça de tudo para que seu objetivo seja alcançado."

Siga Fahbricio "Thunderzinho" Muller nas redes sociais para acompanhar sua nova jornada - Instagram, Twitter, Youtube e Twitch - e também o Versus para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
LoL: Supostas habilidades de Samira são vazadas
League of Legends

LoL: Supostas habilidades de Samira são vazadas

É provável que a nova campeã seja de Shurima
Beatriz Coutinho
LoL: "É isso que me dá esperança", diz Nuddle sobre vitória do FLA contra PRG
League of Legends

LoL: "É isso que me dá esperança", diz Nuddle sobre vitória do FLA contra PRG

Flamengo está na quinta colocação da tabela
Beatriz Coutinho
LoL: Final do Logitech G Challenge é definida e acontece neste sábado (8)
League of Legends

LoL: Final do Logitech G Challenge é definida e acontece neste sábado (8)

Saiba como acompanhar a decisão do torneio
Matheus Oliveira