League of Legends

LoL: All-Star 2018 terá participação de jogadores e membros da comunidade de cada região

Competição ocorre de 6 a 8 de dezembro
@bahgutierrez
Barbara Gutierrez
escreve para o Versus.
O All-Star 2017 de League of Legends foi realizado no estúdio norte-americano da Riot Games, em Los Angeles. Foto: Reprodução/Riot Games
O All-Star 2017 de League of Legends foi realizado no estúdio norte-americano da Riot Games, em Los Angeles. Foto: Reprodução/Riot Games

Um dos maiores eventos internacionais de League of Legends foi reformulado. Neste sábado (7), a Riot Games anunciou o All-Star 2018, evento que reúne estrelas do MOBA de todas as regiões do globo. Neste ano, o público poderá eleger dois jogadores de cada liga competitiva, enquanto a Riot convidará membros icônicos da comunidade para participar das partidas.

Leia mais:

Acontecendo entre os dias 6 e 8 de dezembro, a competição receberá cerca de 64 jogadores participantes. Entre eles, estarão dois jogadores profissionais de cada região escolhidos pelo público por meio de voto, pro players convidados pela Riot Games e também ícones da comunidade, podendo ser streamers, criadores de conteúdos, cosplayers e afins.

A competição será sediada em Las Vegas, na Esports Arena, que segundo a própria Riot, permitirá que a transmissão e as até mesmo as atrações ao vivo sejam entregues de forma única, se comparadas ao que eles conseguem fazer nos estúdios da LCS norte-americana. A votação do público será iniciada no dia 17 de outubro e ficará aberta por cerca de uma semana.

A ideia do evento é manter a competitividade, mas trazer torneios diferentes do habitual, tanto para os competidores quanto para o público que irá assitir. Por isso, foram anunciados cinco campeonatos diferentes: Torneio All-Star 1v1, Torneio de Caridade 2v2, Partidas de rivalidade regional, Ocidente vs Oriente MD5 e Modos de jogo alternados com equipes misturadas. Abaixo, você confere a explicação de cada um deles, dada pela própria Riot:

  • Torneio All-Star 1v1 - Todos os 32 jogadores profissionais participam do Torneio 1v1 do All-Star 2018. Se eles vão apelar ou trolar só depende deles, mas teremos um troféu irado do Draven e o título de campeão 1v1 2018 em jogo;
  • Torneio de Caridade 2v2 - Novo no All-Star 2018, veremos os profissionais e parceiros formarem pares para competir em partidas 2v2 no Howling Abyss. Eles estarão jogando por uma doação para a caridade em seus nomes, por uma causa a ser escolhida por eles (com guia da iniciativa Riot Karma);
  • Partidas de rivalidade regional - Um toque All-Star na rivalidade regional, que destacará equipes compostas por profissionais e parceiros. Os confrontos incluirão NA vs. EU, China vs. Coreia e muito mais!
  • Duelo All-Star Ocidente vs. Oriente - Outra novidade este ano será nosso duelo All-Star Ocidente vs. Oriente. Criaremos equipes com profissionais orientais e ocidentais para competir em um conjunto de três partidas, com os jogadores rotacionando após cada partida no conjunto.
  • Modos de jogo alternados com equipes misturadas - Por fim, no decorrer de cada dia, teremos equipes misturadas participando de modos de jogo alternados. Fiquem ligados para uma listagem dos modos de jogo a serem anunciados, juntamente com outros detalhes, logo antes do evento. Vai ser uma blitz e tanto.

Além de toda a diversão do evento, os fãs também poderão acompanhar algumas novidades que chegarão ao League of Legends, através de prévias, vídeos e mais, que serão adiantos durante a transmissão do All Stars.

Mais notícias
LoL: Faker surpreende ao prever inimigos na moita durante partida da LCK
League of Legends

LoL: Faker surpreende ao prever inimigos na moita durante partida da LCK

Sexto sentido?
Matheus Oliveira
YoDa, TitaN e mais: 10 pro players brasileiros com o maior número de horas no LoL
League of Legends

YoDa, TitaN e mais: 10 pro players brasileiros com o maior número de horas no LoL

Quanto tempo você já gastou no MOBA?
Helena Nogueira
LoL: Brasileiro consegue bolsa de estudos nos EUA por habilidade no game
League of Legends

LoL: Brasileiro consegue bolsa de estudos nos EUA por habilidade no game

Thunderzin realizou o sonho de conciliar uma carreira nos esports com um diploma internacional
Lucas Hagui