Comunidade

LoL: 5 campeões tão fortes que dominaram campeonatos

E tem alguns que vão e voltam... né Master Yi!?
@iugahtk
Lucas Hagui
escreve para o Versus.
Foto: Reprodução/Riot Games
Foto: Reprodução/Riot Games

League of Legends é um jogo que já passou por diversas fases que podem ser facilmente percebidas em suas temporadas competitivas, em que cada uma mostra alguns aspectos do jogo que estão fortes, sejam builds, composições ou campeões. Por isso, o Versus decidiu relembrar de cinco campeões extremamente fortes que já quebraram os campeonatos ao redor do mundo.

Leia mais:

Master Yi

No ano de 2013, durante a Temporada 3, League of Legends contava com um grande problema em mãos: Master Yi. No entanto, ele não era como é hoje, com um grande dano físico baseado em auto ataques que resetam seu Ataque Alfa, mas sim um mago que reduzia a vida dos inimigos a pó em um único Q.

E foi durante a IGN Pro League Season 5 (IPL 5) em dezembro de 2012 que tudo começou. Alexey "Alex Ich" Ichetovkin escolheu Master Yi contra a Team Curse, fazendo um rápido Pentakill. Posteriormente, Alex Ich fez a mesma escolha durante a League of Legends Championship Series Europe (LCS EU) de 2013, vencendo a Ninja in Pyjamas.

Depois de ser muito banido, a Riot Games decidiu mudar o dano mágico do Espadachim Wuju para físico com o Patch 3.10 em agosto de 2013.

Sion

Em setembro de 2014, durante a X5 Mega Arena 2 - International Challenge, o confronto entre Pain Gaming e Vivo Keyd - na época Keyd Stars – mudou drasticamente a visão do público em questão ao Experimento de Noxus.

Escolhido como counter direto do Zed de Murilo "takeshi" Alves, Gabriel "Kami" Santos jogou com Sion sem pensar duas vezes. Na época, Sion podia ser feito como um grande tanque ou um mago impiedoso, que conseguia causar mais de 1,2 mil de dano em um combo com atordoamento.

Porém Sion não durou tanto quanto Master Yi, recebendo uma atualização completa no Patch 4.18, em outubro de 2014.

Mordekaiser

O Revenã de Ferro é um personagem muito complexo, pois tem muitos bugs e sempre aparece quando o meta do jogo está bagunçado. Um exemplo disso é a Temporada 5, que a Kalista dominava as escolhas na rota inferior e, repentinamente, um Mordekaiser apareceu.

Foi no Patch 5.16 que Mordekaiser mudou e ganhou a passiva Dragon Force, que consegue pegar espírito de dragões depois do nível 6. Jason "WildTurtle" Tran foi um dos primeiros a ver a força do campeão e logo começou a utilizá-lo na rota, ajudando a Team SoloMid a vencer a LGD durante o World Championship de 2015.

Diferente dos outros, o Revenã não saiu das escolhas dos jogadores por conta de nerfs, mas sim por conta de melhorias nos atiradores nas atualizações seguintes.

Cho’gath

A Temporada 5 foi bem interessante com a mudança de Mordekaiser, mas Cho’gath é uma prova que existia campeões ainda mais fortes na época. A final da LCS North America 2015, entre Cloud9 e TSM teve um exemplo clássico da demonstração do Terror do Vazio, com Søren "Bjergsen" Bjerg solando sem problemas o Zed de Hai "Hai" Du Lam.

Apenas dois anos depois, no Patch 7.4 em fevereiro de 2017, que ele foi modificado. Ao invés de dar dano mágico excessivo em todas as suas habilidades, Cho’gath passou a causar dano com base em sua vida - o que acabou sendo uma melhoria ao invés de nerf, fazendo Cho'gath aparecer até na temporada atual (8).


Nidalee

A última da lista é Nidalee, porém ela é a que possui mais momentos de força. A primeira vez que ela quebrou o meta foi durante a Temporada 2, nas mãos de Wang "Stanley" June-Tsan, da equipe campeã Taipei Assassins, em que ela foi feita com uma build tanque com dano físico. Stanley usava uma estratégia de split push (quando um jogador puxa uma rota separada do time) para vencer rápido as partidas e usar a mobilidade para escapar quando cercado.

Sem contar com a lança, que tinha um dano base alto e machucava bastante mesmo sem amplificação mágica de itens.

Posteriormente Nidalee foi ajustada para não funcionar como tanque, mas os jogadores começaram a usá-la como uma poderosa fonte de dano no meio perto da Temporada 4. Com 1500 de alcance, dano adaptativo com base na distância e grande modificador de dano mágico, ela conseguia deixar até o personagem mais resistente com pouca vida em uma ou duas lanças.

A Caçadora Bestial foi ajustada apenas no meio da temporada no Patch 4.10, em junho de 2014.

O que pode ser uma ironia do destino - ou não - é que muitos dos picks dessa lista eram populares na época. Será que um dia não teremos outra lista, mas com essas escolhas malucas atuais de Ornn na rota inferior ou suporte duplo? Só o tempo, atualizações e novos personagens podem nos dizer. Enquanto isso, não deixe de acompanhar o cenário competitivo de LoL aqui no Versus.



Lucas Takashi é redator do Versus. Siga-o no Twitter em @IugahTK.

Mais notícias
Projeto FalleN and Friends busca inclusão de deficientes físicos nos esports
CS:GO

Projeto FalleN and Friends busca inclusão de deficientes físicos nos esports

A iniciativa era chamada anteriormente de Juntos Somos Mais Fortes
Helena Nogueira
LoL: Designer elabora novo design para o cliente com base em feedback de jogadores
League of Legends

LoL: Designer elabora novo design para o cliente com base em feedback de jogadores

O visual é diverso e com informações bem distribuídas
Lucas Hagui
Overwatch: Cosplay incrível de Ashe coloca ordem nas gangues do Velho Oeste
Overwatch

Overwatch: Cosplay incrível de Ashe coloca ordem nas gangues do Velho Oeste

"Meu negócio, minhas regras"
Jairo Junior