Smash Bros

Linha do Tempo Super Smash Bros.: De casual a um dos maiores jogos de luta de todos os tempos

A New Challenger Approaches!
@_matheusf23
Matheus Oliveira
escreve para o Versus.
Foto: Gamespot/Reprodução
Foto: Gamespot/Reprodução

Super Smash Bros. Ultimate está chegando e promete trazer a melhor experiência competitiva vista na franquia até hoje. O game da Nintendo tem presença garantida nas mais importantes competições de jogos de luta, além de possuir uma das bases de fãs mais apaixonadas. Para recordar a origem deste sucesso, o Versus preparou uma linha do tempo do jogo que se tornou um dos maiores e mais vendidos de seu gênero.

Leia mais:

Super Smash Bros. (1999)

O ano é 1998. Masahiro Sakurai, game designer japonês conhecido por criar a franquia Kirby, teve a ideia de produzir um jogo de luta voltado para o público casual, ou seja, que pudesse ser desfrutado dentro de casa.

Naquele período, os fighting games ocupavam a grande maioria dos fliperamas, mas Sakurai sabia que nem todo mundo apresentava disposição para frequentar esses ambientes competitivos.

Em parceria com Satoru Iwata - que anos depois tornou-se presidente da Big N -, os dois desenvolvedores criaram o chamado Dragon King: The Fighting Game, que serviria como esboço para o primeiro Super Smash Bros. de Nintendo 64.

O jogo já possuía a mecânica diferenciada que tornaria a franquia famosa, com pontos de vida demarcados por porcentagens, e o objetivo de arremessar os adversários para fora dos cenários. O título trazia a ideia original de inserir os famosos personagens dos games da empresa como Mario, Link e Samus em uma batalha.

1/2
Foto: HAL LaboratoriesReprodução
Foto: HAL LaboratoriesReprodução
Foto: Nintendo/Reprodução
Foto: Nintendo/Reprodução

Com 12 lutadores disponíveis e um modo multiplayer que permite quatro jogadores simultâneos, Super Smash Bros. caiu nas graças dos jogadores, que se apaixonaram pelo game e transformaram-no em uma das maiores tendências do Nintendo 64.

Porém, seu criador queria mais...


Super Smash Bros. Melee (2001)

Melee, até hoje o game mais adorado pelos fãs da série, é o título que apresenta a jogabilidade mais complexa, já que Masahiro Sakurai buscou explorar todas as possibilidades do recém-lançado GameCube.

Com 13 personagens a mais em comparação ao último game da franquia, controles mais exigentes e visuais retrabalhados, o novo Super Smash Bros. tornou-se um título extremamente competitivo, garantindo seu espaço no maior evento de jogos de luta do mundo, o Evolution Championship Series (EVO). Essa aliança duradoura começou em 2007 e dura até hoje.

Super Smash Bros. Melee é até hoje um dos games com maior audiência no cenário competitivo de jogos de luta, sempre disputando o primeiro lugar com o também adorado Street Fighter.


Super Smash Bros. Brawl (2008)

Segundo Sakurai, Melee tornou as partidas de Super Smash Bros. muito competitivas - deixando o game "difícil demais". Dessa forma, mecânicas mais fáceis foram elaboradas para o novo título da franquia, Super Smash Bros. Brawl.

Brawl diminuiu o ritmo das lutas com uma jogabilidade mais lenta, além de retirar muitos recursos presentes em Melee, usados em níveis mais altos de disputa.

O objetivo principal do novo Super Smash Bros. era mostrar o potencial do Wii, com gráficos aprimorados e realistas, além de utilizar um pouco os sensores de movimento dos novos controles - o que não agradou a comunidade mais competitiva.

Brawl pode não ter agradado o público hardcore, mas detém o título de maior número de cópias vendidas na semana de lançamento da história da Nintendo, com o total de 1,4 milhões.

Um dos fatores que comprometeram a relação dos pro players com o game foi o modo online inédito, que promovia partidas com latência e não funcionava como desejado. Isso levou os players a criarem uma adaptação do jogo com boas lutas online e que trouxe de volta as mecânicas de Melee, chamado de Project M.

Super Smash Bros. for WiiU (2014)

Enquanto Melee era muito competitivo, Brawl era muito casual. O equilíbrio para realizar os desejos da comunidade veio com o anúncio de Super Smash Bros. for WiiU, em 2011. A produção do jogo demandou muito da saúde física de Sakurai, que teve uma inflamação grave em seu ombro direito devido a seu esforço, levando o desenvolvedor a sugerir que o título seria o último da série.

Para a maioria dos fãs, o quarto game da franquia é o melhor até o momento, com um balanço perfeito entre mecânicas simples e mais complexas, além de disponibilizar o maior elenco já feito para o jogo e um modo online funcional.

As grandes competições e glórias, porém, continuam com Melee, que reúne os nomes mais conhecidos do cenário competitivo do jogo em campeonatos profissionais atuais... Mesmo com um game de 2001. Além disso, ele é o mais assistido e ainda proporciona as partidas mais disputadas.



A próxima entrada na série é Super Smash Bros. Ultimate, game que chega no dia 7 de dezembro para o Nintendo Switch e que promete ser o maior e melhor até então.

Você acredita que o novo título terá o que é necessário para ser tão bom quanto Super Smash Bros. Melee?



Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Tags Relacionadas
Smash BrosFighting Games
Mais notícias
Super Smash Con 2019: MkLeo é campeão de Ultimate; Leffen conquista título de Melee
Smash Bros

Super Smash Con 2019: MkLeo é campeão de Ultimate; Leffen conquista título de Melee

Saiba as classificações finais dos três participantes brasileiros
Helena Nogueira
Smash Ultimate: Final da EVO 2019 quebra recorde de audiência do torneio
Smash Bros

Smash Ultimate: Final da EVO 2019 quebra recorde de audiência do torneio

Foram quase 280 mil espectadores na Twitch
Helena Nogueira
EVO 2019: Mexicano MKLeo é campeão de Super Smash Bros. Ultimate
Smash Bros

EVO 2019: Mexicano MKLeo é campeão de Super Smash Bros. Ultimate

Saiba as colocações dos brasileiros que disputaram a modalidade
Helena Nogueira