Free Fire

Liga Brasileira de Free Fire terá três divisões e dará vaga para Mundiais

O cenário competitivo do game mobile será cheio de jogos em 2020
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior

Foto: Free Fire/Reprodução
Foto: Free Fire/Reprodução

A Garena revelou uma série de novidades para o cenário competitivo de Free Fire em 2020, a começar pela Pro League, que passa a ser Liga Brasileira de Free Fire. O campeonato terá três divisões e garante vaga para duas etapas mundiais ao longo do ano.

Leia mais:

As Séries A, B e C da LBFF promoverão uma rotação entre as equipes de maior e menor nível no país por meio de um sistema de rebaixamento e promoção de divisão. Desta forma, times da elite serão obrigados a manter o alto nível, enquanto os demais têm a possibilidade de crescer no cenário e chegar ao topo.

Por falar em times de elite, estes são os confirmados na primeira divisão:

  • Corinthians
  • LOUD
  • Team Liquid
  • paiN Gaming
  • FURIA
  • Black Dragons
  • Vivo Keyd
  • Red Canids
  • INTZ
  • B4
  • PRG
  • SKS

O campeão da primeira temporada definirá o time que vai para o mundialito, em Jacarta, na Indonésia. Na segunda os campeões ficam com a glória do título, mas não haverá etapa internacional. Na terceira e última temporada a melhor equipe se classifica para o segundo Mundial do ano, pela segunda vez no Brasil.

Veja como ficaram as datas:

  • Fevereiro até março: 1ª temporada da Pro League 2020
  • Abril: Mundialito na Indonésia
  • Julho: Final da 2ª temporada da Pro League 2020
  • Novembro: Final da 3ª temporada da Pro League 2020 e Mundial no Brasil

Vale mencionar que a Série B só será formada a partir da temporada 2, com as equipes que subirem da Série C e caírem da Série A. Veja o vídeo abaixo para entender ainda melhor a dinâmica que será realizada.

Novidades sobre a transmissão da Liga Brasileira de Free Fire também foram reveladas. Elas acontecerão diretamente de um estúdio próprio, dentro do complexo de estúdios Quanta, em São Paulo. O local também é uma arena projetada especialmente para Free Fire e possui mais de 1.200m², sendo metade disso destinado a área de produção, além de sala de imprensa e criação de conteúdo.

"O ano de 2019 foi extremamente positivo para a Garena no Brasil, desde a abertura do escritório local até a oportunidade de sediar o Free Fire World Series no Rio de Janeiro", comemora Fernando Mazza, head de publicações da Garena. "Porém, este é apenas o começo e, com este estúdio, vamos poder elevar a qualidade dos conteúdos de eSports criados no Brasil", completa.

1/2
O calendário de Free Fire para 2020
O calendário de Free Fire para 2020
Arena do Free Fire para 2020
Arena do Free Fire para 2020

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
Free Fire: Requisitos mínimos e celulares que rodam o battle royale
Free Fire

Free Fire: Requisitos mínimos e celulares que rodam o battle royale

Saiba se o seu dispositivo móvel tem o que é necessário para rodar o game
Helena Nogueira
Free Fire: Garena avisa que banirá trapaceiros permanentemente
Free Fire

Free Fire: Garena avisa que banirá trapaceiros permanentemente

Desenvolvedora não afirmou a partir de quando esta medida será válida
Beatriz Coutinho
Free Fire: Duelo beneficente entre INTZ e Liquid terá Badauí, Rayssa Leal e mais
Free Fire

Free Fire: Duelo beneficente entre INTZ e Liquid terá Badauí, Rayssa Leal e mais

Disputa acontece nesta quinta-feira (28)
Helena Nogueira