Injustice

Kilerxinok: o melhor jogador de Injustice da América Latina é brasileiro; conheça sua história

Atualmente, o pro player é um dos melhores Flash do mundo
@matheus.oliveira
Matheus Oliveira
é reporter no Versus.

Bruno “Kilerxinok” Sousa nasceu em 1993 na cidade de São Paulo. Joga videogames desde muito pequeno, quando ganhou seu Master System junto com o que viria a ser o jogo de sua vida: Mortal Kombat.

Quando começou a jogar, não sabia nem como funcionavam os ataques especiais, mas o game é o seu favorito desde aquela época. Hoje, o jogador é uma das referências quando se trata de jogos da Netherrealm.

Xinok, como é chamado pelos fãs e amigos, começou a competir com Mortal Kombat 9 no ano de 2012. Foi ali que tudo começou, quando ele foi convidado para um campeonato em uma lan house, saindo com apenas uma vitória.

A derrota serviu apenas para aumentar sua vontade de vencer. O jogador que somente jogava o modo história dos games havia decidido a se tornar o melhor e derrotar quem o havia derrotado.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O pro player começou a se destacar em campeonatos nacionais, fazendo parte de times como SOA - conhecido pela comunidade de jogos de luta como “Sons of Argard” -, mas foi só em 2015 que Xinok caiu no mundo e foi jogar seu primeiro campeonato internacional: o NEC (Northeast Championship) 16, com Mortal Kombat X.

Desde então, o jogador não parou, participando até da EVO (Evolution Championship), a maior reunião de competições de jogos de luta do mundo, com Mortal Kombat X em 2016 e Injustice 2 em 2017.

No ano de 2016, Xinok lembra de ter perdido para o jogador reconhecido como o maior nome em jogos da Netherrealm, Dominique “SonicFox” Mclean, por ter errado a execução de um combo.

O erro custou a partida e o campeonato para o brasileiro, mas a derrota só serviu para aumentar ainda mais sua vontade de vencer um campeonato internacional.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Xinok diz que a sensação de perder um campeonato internacional por um erro seu é péssimo. Assim, toda a vontade de vencer só dá mais energia e velocidade para seu personagem favorito, o Flash.

Vencedor da Liga Latina de Injustice 2, Kilerxinok, agora consagrado como o melhor jogador da América Latina e jogando pelo time Vertex, segue rumo ao mundial.

Diz ele que está mais preparado do que nunca e que está pronto para enfrentar os melhores jogadores do mundo. Nós ficamos aqui na torcida.

Matheus Rodrigues é redator do Versus e não consegue nem acompanhar os movimentos do Flash de Kilerxinok. Siga-o no Twitter em @_omanfred.

Tags Relacionadas
Injustice
Mais notícias
Dicionário Fighting Games: O glossário completo de termos dos jogos de luta
Jogos de Luta

Dicionário Fighting Games: O glossário completo de termos dos jogos de luta

Quer aprender todas as gírias usadas nos confrontos?
Matheus Oliveira
EVO Moment #37, Relógio congelado e mais: As 5 maiores viradas em games de luta
Vídeos

EVO Moment #37, Relógio congelado e mais: As 5 maiores viradas em games de luta

O famoso "comes e bebes"
Matheus Oliveira
SonicFox: Gay, negro, furry e o melhor jogador de esports
Perfil

SonicFox: Gay, negro, furry e o melhor jogador de esports

Conheça a história pro player do ano!
Matheus Oliveira