Mercado

Kaspersky lança nova ferramenta anti-cheat para PUBG e CS:GO

Primeiro teste foi realizado durante o Starladder Berlin Major 2019 de CS:GO
@iugahtk
Lucas Hagui
escreve para o Versus.
Foto: Igor Bezborodov/Starladder/Reprodução
Foto: Igor Bezborodov/Starladder/Reprodução

A Kaspersky Lab, empresa de cibersegurança, lançou um novo anti-cheat que funciona em nuvem e que é capaz e detectar trapaceiros em diversos jogos, com destaque para Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) e PlayerUnknown's Battlegrounds (PUBG).

Leia mais


Chamada de Kaspersky Anti-Cheat, a ferramenta oferece uma fácil integração com API de jogos, relatórios em tempo real sem afetar a performance do jogo e suporte para jogos criados nas engines Unity, Unreal Engine e CryEngine, mesmo na página destacando CS:GO e PUBG.

O primeiro teste do programa foi feito durante o Starladder Berlin Major 2019 de CS:GO, em que o programa da Kaspersky foi utilizado com sucesso durante a fase Novos Campeões do torneio junto com o Valve Anti-Cheat (VAC).

Para mais detalhes, acesse a página do Kaspersky Anti-Cheat. Vale ressaltar que essa ferramenta é voltada para desenvolvedoras de jogos e organizadoras de torneios, então detalhes e valores só são informados entrando em contato com a empresa.


Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
Linha WD Black estabelece aproximação da Western Digital com público gamer
Mercado

Linha WD Black estabelece aproximação da Western Digital com público gamer

Especializada em armazenamento, empresa patrocina a paiN Gaming há 1 ano
Beatriz Coutinho
Jukes, Sneaky e mais protagonizam comercial de parceria entre Cloud9 e Puma
Mercado

Jukes, Sneaky e mais protagonizam comercial de parceria entre Cloud9 e Puma

"Nós te desafiamos a continuar sendo você"
Matheus Oliveira
Mixer torna-se segunda plataforma de streaming mais popular, atrás da Twitch
Mercado

Mixer torna-se segunda plataforma de streaming mais popular, atrás da Twitch

Relatório do 3º trimestre de 2019 mostrou crescimento da plataforma
Lucas Hagui