CS:GO

Jogadoras da Vivo Keyd comentam sobre o cenário feminino brasileiro de CS:GO

"As oportunidades dão um up pra gente continuar!"
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.

Ser mulher no cenário mundial de eSports não é fácil, mas assim como afirmou Camila "camyy" Natale, jogadora de Counter-Strike: Global Offensive da Vivo Keyd, "as oportunidades dão um up pra gente continuar!"

Leia mais sobre CS:GO:

As campeãs da Brasil Game Cup 2017 de CS:GO contaram para o Versus como é observar o crescimento do cenário e suas expectativas para que no futuro cada vez mais garotas tenham vontade de entrar para os esportes eletrônicos.

Confira acima como foi o bate-papo.


Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: Operação chamada Shattered Web é lançada; Novos personagens entram no jogo
CS:GO

CS:GO: Operação chamada Shattered Web é lançada; Novos personagens entram no jogo

Novos personagens de forças armadas conhecidas pelo mundo, skins e mais foram adicionados ao jogo
Matheus Oliveira
CS:GO: "Não concordo com as atitudes dele", diz boltz sobre coldzera
CS:GO

CS:GO: "Não concordo com as atitudes dele", diz boltz sobre coldzera

Pro player comentou sobre seu tempo na MIBR, os problemas na Luminosity Gaming e mais
Helena Nogueira
Mais de 25% do público de esports não joga, aponta Newzoo
Mercado

Mais de 25% do público de esports não joga, aponta Newzoo

A pesquisa foi feita com jogadores e espectadores de LoL, CS:GO, Dota e mais
Lucas Hagui