Just Dance

JDWC: "Não dê ouvidos a quem diz que autistas não são capazes", diz representante australiano

Denzal Van Uitregt é professor de dança e inspiração para jogadores com autismo
@luccabucks
Matheus de Lucca
escreve para o Versus.
Foto: Versus Estúdio/Marco Pinto
Foto: Versus Estúdio/Marco Pinto

A grande final da Copa do Mundo de Just Dance 2019 acontece no próximo sábado (30) em São Paulo, e os participantes já estão em território brasileiro em preparação para as disputas. O Versus conversou com Denzal "JustDenz95" Van Uitregt, que representa a Austrália, sobre sua trajetória no game de dança da Ubisoft, sua experiência como dançarino e sobre ser um ponto de inspiração para outros jogadores com autismo.

Leia mais:


O australiano, de 23 anos, participou de todas as cinco edições do Mundial de Just Dance, o que significa que ele foi pentacampeão das disputas regionais de seu país, sem perder nenhuma grande decisão. Além de mandar muito bem no game, Denzal é professor de dança em Brisbane, sua cidade natal, e dá aulas de modalidades como street dance, hip hop, b-boying, e se aventura também no sapateado e contemporâneo.

Denzal tem contato com o game de dança da Ubisoft desde Just Dance 3, lançado originalmente em 2011 para PS3. Xbox 360 e Wii. Dentre muitas de suas músicas preferidas de Just Dance, ele elencou OMG - Arash ft. Snoop Dogg, Scream & Shout - will.i.am ft. Britney Spears e Holding Out for a Hero - Bonnie Tyler como suas favoritas.

Foto: Versus Estúdio/Marco Pinto
Foto: Versus Estúdio/Marco Pinto

Para se manter preparado para as competições, Denzal explica que o treino deve ir além do Just Dance. "Tenho que prezar pelo lado técnico também, focando em estilos de dança que tenho mais dificuldade, como por exemplo o boogaloo, que envolve isolar o movimento em diferentes partes do corpo", semelhante ao popping, mas ainda mais específico.

Denzal tem autismo, algo que definitivamente não o impediu de realizar grandes feitos. Abaixo, confira uma mensagem especial que o dançarino mandou para aqueles diagnosticados com a condição:


"Sei o que vocês passam e sei que vocês podem ter dificuldade de acreditar em vocês mesmos às vezes, a ponto de achar que não conseguirão, mas não deem ouvidos a quem diz que autistas não são capazes. Deixe essas pessoas de lado, pois só você sabe que tem o que é necessário para ser um campeão. Você pode vencer. Não pense demais nas situações, aproveite as experiências, se jogue, dê tudo de si e não desista."


A decisão da Copa do Mundo de Just Dance acontece em São Paulo, na Webedia Esports Arena, a partir das 17h, com transmissão ao vivo nos canais oficiais da Ubisoft no Youtube, Facebook e Twitch e no canal exclusivo de televisão por assinatura GNT.

Confira o guia do Versus para ver todos os detalhes de formato e músicas que irão compor o setlist das partidas.

Barbara Gutierrez é editora-chefe e Matheus de Lucca é editor assistente do Versus. Siga-os no Twitter em @bahgutierrez e @luccabucks.

Tags Relacionadas
Just Dance
Mais notícias
JDWC: Um dia com Tarcísio, o melhor jogador de Just Dance do Brasil
Just Dance

JDWC: Um dia com Tarcísio, o melhor jogador de Just Dance do Brasil

O representante nacional ficou com o segundo lugar na final mundial
Barbara Gutierrez
Brasileiros no Major de Dota na Disney, CBLoL fora do Rift Rivals e mais - Quick Play
Quick Play

Brasileiros no Major de Dota na Disney, CBLoL fora do Rift Rivals e mais - Quick Play

As melhores notícias dos esports!
Matheus Oliveira
Just Dance: Brasileiro Tarcísio Júnior é vice-campeão da Copa do Mundo
Just Dance

Just Dance: Brasileiro Tarcísio Júnior é vice-campeão da Copa do Mundo

Jogador desbancou grandes nomes na competição
Matheus Oliveira