League of Legends

Immortals não garante franquia na LCS norte-americana

EnVyUs, Phoenix1 e Team Dignitas também não conseguiram vagas
@biaacoutinhoo
Beatriz Coutinho
escreve para o Versus.
© Reprodução
© Reprodução

Segundo informações da ESPN eSports, a Immortals, equipe norte-americana de League of Legends, teve sua compra de franquia negada pela Riot Games e estará fora do próximo split da LCS NA.

O motivo teria sido o comprometimento financeiro que a organização assumiu com a compra da vaga de Los Angeles na Liga Overwatch. Dessa maneira, o time receberá ações compensatórias, que totalizarão no mínimo US$ 12 milhões, quantia que será distribuída para pelo menos quatro equipes que ficarem fora do cenário competitivo.

Além da Immortals, Team EnVyUs, Team Dignitas e Phoenix1 também tiveram suas franquias negadas. As organizações Echo Fox, Cloud9, CLG, Team Liquid e TSM, que já participavam do torneio, foram aceitas.

Por enquanto, OpTiC Gaming e o futuro time pertencente ao proprietário majoritário do Golden State Warriors, Joe Lacob, são as novas organizações do circuito.

© Reprodução
© Reprodução

O sistema de franquias permite que os times comprem suas vagas e tenham permanência garantida no campeonato, sem se preocuparem com rebaixamento.

Para desestimular uma possível falta de comprometimento das equipes, já que elas terão seu lugar assegurado, a Riot vai dar incentivos para melhorar o desempenho dos times e desqualificará aqueles que ficarem na 9º ou 10º posições na tabela por cinco vezes em oito campeonatos.

Para conseguir o franqueamento, os times participarão de um processo seletivo, no qual cada organização deverá enviar um pedido de participação e apresentar planos de negócios e estratégias que serão analisados pela Riot. Os critérios de avaliação não foram divulgados e as equipes escolhidas serão anunciadas em novembro.

Dessa maneira, o Circuito Desafiante deixará de existir. De acordo com a Riot, os times que estiverem fazendo parte da liga profissional (LCS) poderão criar equipes de base para a Academy League, programa parecido com o projeto Preparando Campeões da CNB, no qual novos jogadores são treinados para futuramente ingressarem na categoria principal.


Bia Coutinho é redatora no Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
League of Legends
Mais notícias
Legends of Runeterra: Decks usados por streamers brasileiros no card game do LoL
Legends of Runeterra

Legends of Runeterra: Decks usados por streamers brasileiros no card game do LoL

Inspire-se em Mit, Ness e mais personalidades do cenário para arrasar nas partidas
Matheus Oliveira
LoL: Novo conjunto de skins para Yasuo, Senna, Qiyana e mais vaza na Internet
League of Legends

LoL: Novo conjunto de skins para Yasuo, Senna, Qiyana e mais vaza na Internet

Será este mais um grupo musical com os campeões?
Helena Nogueira
Project A tem jogabilidade mais parecida com CS:GO do que Overwatch
League of Legends

Project A tem jogabilidade mais parecida com CS:GO do que Overwatch

O estilo mais tático, separado por rodadas mais curtas e sem respawn instantâneo, se aproxima mais ao FPS da Valve
Jairo Junior