Hearthstone

Hearthstone: Tudo sobre o Caçador de Demônios, poder heróico, palavra-chave e mais

Veja todas as novidades da primeira classe inédita de jogo de cartas da Blizzard
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira

Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução

As primeiras novidades do Ano da Fênix de Hearthstone foram reveladas nesta terça-feira (17), entre elas, a expansão Cinzas de Terralém, que traz a primeira classe inédita do game: Caçador de Demônios. O Versus testou a adição a convite da Blizzard* e traz todas as informações sobre a nova classe.

Leia mais:

Herói - Illidan Tempesfúria

Jogadores de Hearthstone estão familiarizados com o sobrenome Tempesfúria, afinal, Illidan, o Caçador de Demônios aprisionado em Terralém, é o irmão de Malfúrion, herói representante da classe druida.

Assim como o arquétipo do personagem o apresenta em outros games, o Caçador de Demônios em Hearthstone é uma classe agressiva, que foca em utilizar o poder dos demônios como arma, muitas vezes até sacrificando a vida dos mais fracos no processo.

Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução

Poder heroico

O Caçador de Demônios usa como Poder Heroico suas Garras Demoníacas, que concedem ao heroi um ponto de ataque por um turno, porém, introduzindo mais um fator jamais visto em Hearthstone: pelo custo de um de mana.

Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução

A novidade pode não parecer tão impactante a primeira vista, mas como os próprios Ben Lee e Nathan Lyons-Smith, respectivamente diretor geral e diretor de produção de Hearthstone afirmam, “a quantidade de novas estratégias que podem surgir com as sinergias possíveis a partir da mana que muitas vezes sobra todo turno é absurda”.

Nova palavra-chave

Além disso, o Caçador de Demônios introduz uma nova palavra-chave ao game: Exilar, que dá ao card um bônus caso seja jogado da extrema direita ou esquerda da mão. Veja alguns exemplos:

Demônios Aprisionados

Cinzas de Terralém também traz a mecânica de Demônios Aprisionados, cards que entram em campo incapazes de bloquear, atacar ou serem atacados, mas que liberam um poder muito maior depois de dois turnos adormecidos. Veja:

Novos cards

A nova coleção que chega com Cinzas de Terralém trará dez cards básicos, 20 no conjunto inicial e mais 15 em pacotes da expansão, totalizando 45 com o decorrer do Ano da Fênix, com 20 versões douradas, conquistadas a cada dois níveis entre 22 e 60. Veja os cards:

1/9
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução
Foto: Blizzard/Reprodução

Lançamento

O Caçador de Demônios chega em Hearthstone a partir de 2 de abril com um prólogo single-player, que contará histórias de Illidan desde suas missões como mago até seu aprisionamento em Terralém. A classe, de fato, estará disponível a partir de 7 de abril.

*O jornalista viajou à Irvine, nos EUA, a convite da Blizzard.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tags Relacionadas
Hearthstone
Mais notícias
BlizzCon 2020 é cancelada devido à pandemia do coronavírus
Hearthstone

BlizzCon 2020 é cancelada devido à pandemia do coronavírus

Desenvolvedora já havia manifestado incerteza em relação à realização da edição deste ano
Helena Nogueira
Red Bull M.E.O reúne cinco brasileiros em finais mundiais de games mobile
Mobile

Red Bull M.E.O reúne cinco brasileiros em finais mundiais de games mobile

Competição online possui Brawl Stars, Clash Royale e Hearthstone como modalidades
Helena Nogueira
Coronavírus nos esports: todos os campeonatos cancelados ou adiados
League of Legends

Coronavírus nos esports: todos os campeonatos cancelados ou adiados

Torneios de diversas modalidades foram afetados pela pandemia
Beatriz Coutinho